Como o Facebook pode aprender com o Bitcoin? Bitcoin

Como o Facebook pode aprender com o Bitcoin?

Rafael Lemos

O Facebook recentemente se envolveu em um grande escândalo relacionado ao uso abusivo de dados de seus usuários. A polêmica veio à tona após a descoberta de que um desenvolvedor conseguiu recolher dados da companhia e repassá-los à Cambridge Analytica, uma consultoria política que trabalhou nas campanhas de Donald Trump à presidência dos EUA.
Mark Zuckerberg foi chamado para depor no Senado Americano a respeito do ocorrido. As conversas giraram muito em torno da palavra “Privacidade”, assunto que Satoshi Nakamoto já demonstrou preocupação em 2008, motivo este da importância da descentralização e criptografia na rede bitcoin.

Segue depoimento de Zuckerberg (é bem longo, mas vale a pena ver um pedaço):

 
Privacidade e segurança são problemas comuns apresentados por estruturas centralizadas, que em breve serão solucionados por modelos de negócio descentralizados. Muitos serviços que são considerados atualmente como referência podem se tornar obsoletos em um curto período de tempo caso não se adaptem.
Vamos entender quais as principais vantagens proporcionadas pela descentralização em relação a estruturas centralizadas. Além disso, até que ponto este mercado de serviços descentralizados pode crescer?

Estruturas Centralizadas vs Descentralizadas

O caso Facebook é mais um cenário que mostra como estruturas centralizadas são pouco confiáveis e seguras nos tempos atuais.
Bancos de dados centralizados são muito vulneráveis, ao contrário de estruturas descentralizadas, como é o caso da rede bitcoin, que resolve o problema com uma pitada de Teoria dos Jogos, tornando muito mais lucrativo cooperar do que fraudar.
Além disso, estruturas centrais sempre agirão de acordo com suas preferências, mesmo que seja uma posição que vá de encontro com a de seus usuários.
A disrupção iniciada por Satoshi Nakamoto, através do bitcoin, tende a vir solucionar problemas existentes em outros mercados, além do financeiro. O modelo de governança descentralizada apresenta propriedades que não podem ser encontradas nos demais, dentre estas, considero a neutralidade como mais importante.

Quem é Satoshi Nakamoto? Veja algumas teorias


Andreas Antonopoulos, autor do livro Mastering Bitcoin, possui algumas frases interessantes com relação ao assunto: * What is the essence of bitcoin? It’s not Blockchain. The essence of bitcoin is the ability to operate in a decentralized way without having to trust anyone*Blockchain vs. Bullshit; ** “Neutral because it isn’t serving the goals of anyone organization or institution. It follows the consensus rules neutrally. Everyone follow the consensus rules neutrally.” **Blockchain vs. Bullshit. (Tradução no fim do post)

Fonte: https://www.softwareadvice.com/resources/it-org-structure-centralize-vs-decentralize/

Perspectivas de Crescimento

O cenário é fértil para empreendedores que buscam solucionar problemas através da descentralização e que não querem fazer “mais do mesmo”. Há aplicações em Blockchain para redes sociais, por exemplo, como é o caso da Steemit, mas as opções são enormes.
Para ilustrarmos o potencial de crescimento deste mercado podemos citar a pesquisa realizada pelo Markets and Markets, empresa dedicada a estudo de nichos com alto potencial de crescimento. Segundo resultados desta pesquisa, é esperado que o tamanho do mercado relacionado ao Blockchain seja de 7,7 bilhões de dólares no ano de 2022.
Indústrias estudadas na pesquisa do Markets and Markets com potencial de disrupção:

  • Bancos, Serviços Financeiros, e Seguradoras (BFSI);
  • Governos e setor público;
  • Assistência médica e ciências biológicas;
  • Mídia e entretenimento;
  • Varejo e eCommerce;
  • Turismo e hospitalidade;
  • Transportes e logística;
  • Imobiliárias;
  • TI e telecomunicações;
  • Outros (automotivo, educação, energia e utilidades).

Bitcoin é mais do que um modo de transacionar moedas digitalmente. É uma nova maneira de se construir confiança e governança em sistemas de informação. O modo de fazer negócio será alterado e muitas empresas que não se adaptarem podem ter dificuldades com esta nova realidade que veio para ficar.
*“Qual é a essência do bitcoin? Não é o Blockchain. A essência do bitcoin é a habilidade de operar de maneira descentralizada sem precisar confiar em alguém (intermediário)”*
**“Neutro porque não está servindo aos objetivos de nenhuma organização ou instituição. As regras de consenso são seguidas com neutralidade. Todos seguem as regras de consenso com neutralidade”**