Entenda como conquistar a independência financeira Finanças

Entenda como conquistar a independência financeira

Foxbit
Muitas pessoas ainda acreditam que independência financeira significa ser capaz de pagar as próprias contas com o trabalho. Esse, sem dúvida, é um grande passo. Entretanto, a verdadeira independência acontece quando você não precisa mais trabalhar para viver. E não estamos falando de aposentadoria!

Confira 5 dicas para se aposentar mais cedo


Parece um sonho? Pois saiba que muitas pessoas vivem essa realidade. Saber economizar e investir o dinheiro possibilita que você viva apenas de rendimentos. Assim, não há a obrigação de trabalhar em troca de um salário.

Quer saber mais sobre o assunto? Veja os caminhos que ajudam a chegar a esse status!

Organize suas finanças

A primeira dica é planejar e controlar sua vida financeira. Engana-se quem imagina que é preciso ter um salário muito alto para buscar a independência financeira. Quanto antes você começar, mesmo com passos pequenos, mais consistente será sua caminhada rumo ao objetivo.

Assim, comece registrando sua renda e todos os seus custos fixos mensais. Tente enxugar esse orçamento e fazer sobrar mais dinheiro no fim do mês. Vale rever as taxas do banco, pedir desconto em serviços (como internet e TV a cabo) e cortar gastos supérfluos, por exemplo.

É preciso ter um padrão de vida inferior à renda mensal: só assim é possível administrar o dinheiro para fazê-lo render. Quem não está nesse patamar, tem duas opções: buscar outra fonte de renda para aumentar a entrada de dinheiro ou economizar para diminuir a saída. Algumas ferramentas podem ajudar nessa tarefa.

https://blog.foxbit.com.br/blog/principais-ferramentas-para-organizar-suas-financas/

Invista seu dinheiro

Poupar é uma etapa fundamental, mas não é suficiente para a conquista da independência financeira. É preciso saber investir o dinheiro em opções rentáveis. Se ele for deixado na conta-corrente ou em uma poupança está, na verdade, perdendo valor.

Há diversas opções para investir e o ideal é diversificar os investimentos, para não depender de apenas de um tipo de rendimento. Colocar todo o dinheiro na bolsa de valores, por exemplo, deixa o investidor muito exposto às flutuações do mercado.

Estude sobre as possibilidades de investimentos e distribua o dinheiro. O Tesouro Selic, por exemplo, é uma opção segura, mas pouco rentável. Ele é ideal para deixar um valor que se precise tirar a qualquer momento.

5 principais livros para quem quer começar a investir

A renda fixa privada também é segura e oferece rendimentos mais robustos: uma ótima opção para quem pode deixar o dinheiro investido por mais tempo. Existem, ainda, investimentos de maior risco e maior possibilidade de valorização, como a bolsa de valores e as criptomoedas.

Tenha seu próprio negócio

A razão para a sua independência financeira ainda estar distante pode ser a limitação do seu salário. Quando se é empregado de uma empresa, a renda fica limitada a um teto. Quem se torna empreendedor e comanda o próprio negócio, ao contrário, pode multiplicar o lucro e ganhar mais dinheiro.

Dessa forma, tem-se uma renda maior para administrar e pode aplicar mais — tanto na empresa quanto em investimentos. Empreender é um ótimo caminho para quem quer impulsionar seus ganhos e ficar livre da obrigação do trabalho mais rapidamente.

Conquistar a independência financeira não precisa ser um sonho distante. Com planejamento, organização e esforço, é possível chegar lá. Mais importante do que ganhar muito dinheiro agora, é dar o primeiro passo é ter constância nas ações.

Quer entender um pouco mais sobre investimentos? Leia nosso post sobre os 5 erros que você não deve cometer antes de investir, clique aqui!