Renda Fixa –  O que é? Como funciona? Dá para investir com criptomoedas? Investimento

Renda Fixa – O que é? Como funciona? Dá para investir com criptomoedas?

Renda fixa é o investimento no qual você sabe, antes mesmo de aplicar seu dinheiro, quais são as regras.

A renda fixa te dá mais segurança e uma certa previsibilidade de retorno, sendo um dos investimentos preferidos dos brasileiros. 

Então, como investir em renda fixa? O que é a renda fixa e como ela funciona? É retorno garantido? Vamos matar alguns mitos sobre renda fixa e te ensinar a investir até mesmo com criptomoedas.

O que você vai aprender aqui:

O que é renda fixa?

Renda fixa é o investimento no qual você sabe, antes mesmo de aplicar seu dinheiro, quais são as regras. Você geralmente empresta dinheiro para alguém e essa pessoa já te dá as condições baseadas em índices ou taxas pré-definidas.

Por exemplo, ao comprar um título de dívida bancário (CDB) você empresta esse dinheiro para um banco e ele promete uma rentabilidade baseada, geralmente, no Certificado de Depósito Interfinanceiro (CDI). Ou seja, mesmo sem ter uma taxa fixa, você já sabe as regras de antemão.

Quais são os tipos de renda fixa?

A renda fixa é um sub-tipo de investimento vasto e comporta de títulos do governo até criptomoedas. Vamos listar os principais produtos:

1. Títulos da Dívida Pública

Ao aplicar em títulos públicos você está emprestando seu dinheiro para o governo se financiar. Apesar de ser considerado o título mais seguro do mercado, não é incomum que governos declarem moratória e não paguem suas dívidas.

Na última década, por exemplo, tivemos o governo do Líbano, Argentina e Grécia pedindo para não pagar suas dívidas públicas. Há também um grande risco político, pois algumas vertentes acabam por pregar o fim da dívida pública, simplesmente não pagando.

Você pode fazer aplicações em diversos títulos públicos via Tesouro Direto e as opções são muitas. Há títulos pré-fixados  – cujos retornos você já sabe desde o começo quais serão e também, pós-fixados – atrelados a índices (como o Tesouro Selic) – e os títulos híbridos com valores atrelados à inflação somados a juros semestrais.

Apesar de ser um título do governo, o próprio governo não dá nenhuma garantia que ele será pago, o Fundo Garantidor de Crédito (FGC) não cobre os títulos da dívida. 

2. CDBs

Os Certificados de Depósitos Bancários (CDBs) são aplicações em títulos dos bancos. As instituições financeiras, assim como o governo faz com os títulos da dívida, levantam dinheiro por meio desse instrumento.

Qual o rendimento da renda fixa com o CDB? O rendimento do CDB vai depender de cada banco. Geralmente, os bancos maiores têm títulos pagando pouco, enquanto em bancos como Inter, Neon e NuBank, eles podem render até 100% ou mais do CDI.

Os CDBs são cobertos pelo FGC em até R$250 mil por investidor. Entretanto, você paga Imposto de Renda seguindo a tabela regressiva pelo tempo de aplicação.

3. Poupança

A poupança é um dos piores investimentos em renda fixa e mesmo assim é o mais usado pelos brasileiros. Talvez, devido praticidade e a falta de opções nos grandes bancos a poupança ainda é muito usada. 

Qual o rendimento da renda fixa com a poupança? O rendimento é calculado pela soma de 0,5% ao mês, mais a variação da Taxa Referencial (TR) se a taxa Selic estiver acima de 8,5% ao ano. Já, se ela estiver abaixo, a rentabilidade será de 70% da Selic contando com a variação da TR.

Além disso, a rentabilidade só é adicionada à conta uma vez por mês, a famosa “data de aniversário”. Contudo, ela é assegurada pelo FGC em até R$250 mil em caso de dissolução do banco, apresentando então a mesma garantia de um CDB, por exemplo.

4. Debêntures

São títulos emitidos por empresas para levantar dinheiro, assim como os CDBs dos bancos e os Títulos de Dívida do governo.

Geralmente, as debêntures são títulos de longa duração. Isso acontece porque normalmente os valores são levantados para construção de grandes projetos ou expansão da empresa. O rendimento desse tipo de investimento pode variar dependendo da empresa. Existem títulos pós-fixado, híbridos e pré-fixados com prazos diversos.

Não há cobertura pelo FGC das debêntures. Também é cobrado Imposto de Renda seguindo a tabela regressiva, a não ser em caso em títulos que envolvam obras isentas pelo governo federal.

5. Empréstimos de Criptomoedas

Assim como as debêntures ajudam as empresas a levantarem dinheiro, as criptomoedas seguem o mesmo passo, mas com as pessoas e mineradoras de bitcoin.

Muitas vezes, um investidor ou minerador de bitcoin não quer se desfazer de suas criptomoedas. Contudo, ele precisa de dinheiro fiat (real, dólar ou euro) para pagar contas ou fazer um investimento rápido. O que fazer? Ele utiliza o bitcoin como garantia e promete pagar uma pequena taxa de juros para quem emprestou. Dessa forma, se ele não pagar a dívida os bitcoins são liquidados.

Como resultado, o risco de perder o investimento em empréstimos de criptomoedas é baixo. Os riscos são inerentes às plataformas de empréstimos (hacks e bugs por exemplo). Claro, é uma modalidade pouco regulamentada, mas que está crescendo em conjunto com as próprias criptomoedas.

Saiba mais sobre essa modalidade com o vídeo abaixo da Mercurius Crypto:

Quanto rende a renda fixa?

O rendimento da renda fixa vai depender de qual produto e quais os riscos você quer tomar. Quanto maior risco e tempo investido maiores serão os retornos.

Devido a grande quantidade de produtos, há sites especializados em calcular as melhores taxas de rendimento de cada produto de renda fixa. Veja alguns:

Esses aplicativos vão te ajudar a escolher os melhores títulos e rendimentos. Assim você pode compará-los com aqueles oferecidos pelo seu banco.

Como investir em Renda Fixa?

O investimento em Renda Fixa pode ser feito através de bancos, corretoras ou outras plataformas de investimento. 

Já para quem quiser ter renda fixa por meio de empréstimos de criptomoedas, é preciso comprar criptoativos em exchanges como a Foxbit e fazer transferência para plataformas como a Nexo.

Pesquise as taxas antes de começar o investimento em renda fixa, é muito importante descobrir qual é o melhor local para comprar antes de aplicar o seu dinheiro.

Esperamos que esse post tenha te ajudado a conhecer mais sobre esse universo da renda fixa. Quer conhecer mais? O pessoal do Cointimes fez um podcast completo sobre o tema, entrevistando especialistas nesse tipo de investimento:

A Foxbit utiliza cookies com o objetivo de melhorar sua experiência em nossa página web e adaptar o conteúdo para torná-lo mais útil e acessível. Para mais informações, consulte a nossa política de cookies.

×

Compre e venda criptos agora pelo app

Com ele você pode comprar e vender com agilidade e facilidade de onde estiver. Tudo o que você precisa na palma da sua mão.

BAIXE AGORA