Revolução financeira: como as criptomoedas impactaram a economia?

Revolução financeira: como as criptomoedas impactaram a economia?

Uma nova história se iniciou com a criação do bitcoin em 2009, surgindo assim um novo tipo de economia: criptomoedas, que chegaram trazendo tecnologia inovadora e revolucionária. Essas criptos tem como objetivo substituir o dinheiro tradicional, agilizar as transações em geral e inovar no modo com que o sistema financeiro trabalha de maneira complexa e com altas taxas.

Um dos maiores motivos que tornam os criptoativos revolucionários é que são descentralizados, ou seja, funcionam de maneira independente, sem intermédio de instituições e com o horário de funcionamento em tempo integral, 24 horas por dia 7 dias por semana, além de não ter barreiras entre pessoa física ou jurídica, nem entre países ou algo do tipo.

O que são criptomoedas?

Criptomoedas são um meio de troca que se utilizam da tecnologia blockchain e da criptografia para assegurar a validade das transações e a criação de novas unidades da moeda, esse processo é chamado de mineração.  

Em outras palavras, nada mais são do que unidades monetárias virtuais (moedas digitais) que têm sido utilizadas em mercados específicos como troca de bens e serviços,  principalmente em ambientes virtuais.

Com a aceitação do mercado aumentando, elas estão saindo apenas do âmbito virtual para um mundo onde o dinheiro fiduciário domina, por exemplo, estabelecimentos como lojas físicas e compras de passagem para viagens.

Quais as vantagens de utilizar as criptomoedas?
  • Transferências bancárias rápidas e econômicas;
  • Remessas mais fáceis e frequentes;
  • Finanças mais seguras para usuários de baixa renda;
  • Maior poder e potencial para aplicativos de e-commerce;
  • Estabilidade em tempos incertos;
  • Dando poder de volta para as pessoas.
Quem escolher na guerra de Investimentos: Criptomoedas x Mercado de Ações

Quem escolher na guerra de Investimentos: Criptomoedas x Mercado de Ações

Com o aumento diário sobre informações de negociações de criptomoedas, é gerada curiosidade nas pessoas e com isso as dúvidas e inseguranças começam a surgir. Onde devo investir, o que devo investir, o que são criptomoedas, são de renda fixa ou variável, qual a relação delas com o mercado tradicional de ações?

Para definir o melhor tipo de investimento, é preciso entender a relação de risco e retorno de cada um.

Em poucas palavras, o risco é a chance do retorno não acontecer de acordo com o planejado. O investidor, dessa forma, antes de aplicar seu dinheiro, deve se perguntar se o possível retorno compensa o risco dele ao investir.

Vamos abordar o tema como se você fosse um investidor tradicional e tivesse conhecendo agora o bitcoin e outras criptomoedas. 

Para esclarecer, vamos começar falando as diferenças e semelhanças entre a bolsa de valores e o bitcoin. 

Horário de funcionamento – Abertura e Fechamento.

Na bolsa de valores, diferente do criptomercado, há um horário previsto para abertura e encerramento de negociações.

  • Mercado à vista: Ações, abertura às 10h e encerramento às 17h;
  • Mercado futuro: Dólar, abertura às 9h encerramento às 18h;
  • Já no mercado de criptomoedas não para nunca, é incrível! Funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana. Pois é controlado pela rede blockchain e a rede nunca para.
  • Investimento mínimo ;

Uma outra diferença é o valor mínimo para começar a participar do investimento. 

Para entrar no mercado de ações tradicional, o investimento mínimo inicial é mais alto, pois, geralmente, as ações são negociadas por cotas.

Tem determinadas ações de uma empresa pode até custar R$ 25, mas ela é negociada dentro de um lote de 100, o que exige um investimento de, no mínimo, R$ 2.500, por exemplo.

O que não é o caso do mercado de criptomoedas, por exemplo com o bitcoin. É possível começar a investir com um valor menor. Isso porque quando você for comprar bitcoin, você não precisa necessariamente comprar 1 bitcoin inteiro. Por ser uma moeda digital, ela é fracionada, ou seja, pode ser comprado apenas uma fração dela.

Vamos supor que você dispõe de 100 reais para começar a operar no mercado cripto e quer comprar esse valor em bitcoin, isso é possível, 100 reais na cotação do momento (03/09/2019) seria equivalente a 0,0022500 satoshis.     

Globalização

No mundo das moedas digitais, não há diferenças entre moedas por exemplo brasileiras ou japonesas. Você pode investir em todos os países de uma maneira democraticamente, por meio de uma só plataforma, chamada de exchange.

Enviando dinheiro para sua exchange brasileira, você consegue comprar bitcoins, enviar esses bitcoins para uma exchange internacional e pronto. Compre a moeda que bem entender. Sem fronteiras, sem limites.

 Descentralização e Desregulamentação 

É livre e descentralizado, ou seja, o bitcoin não tem nenhum órgão regulamentador como Bovespa ou o Bacen, e isso é sinônimo de falta de ordem?

Não, na verdade, quem comanda a rede blockchain são os próprios usuários. 

A lei da oferta e demanda é aplicada pelos usuários, que é quem dita a regra. É o liberalismo aplicado. 

Por meio do blockchain, a segurança das transações é garantida. Não sequer um registro de quebra no protocolo do blockchain.

No caso, o próprio blockchain cumpre o papel que o Estado deveria, nas transações tradicionais, que é garantir a segurança e fiel cumprimento.

Oscilação de preços

Muito se fala sobre a oscilação de preços de criptomoedas, como o bitcoin, porém, o mercado de ações também é volátil. Por isso o importante é entender como esses dois mercados funcionam e quais os fatores que influenciam essas oscilações.

Também recomendamos que ao operar, comece com um valor mais abaixo, para você ver como funciona e aprender ler os gráficos e identificar as tendências.

Ferramentas de análise 

O modo de leitura dos gráficos de mercado de ações e de criptomoedas são parecidos. Através de leitura de tendências feitas em uma análise técnica. 

Outra similaridade é que enquanto no mercado financeiro tradicional você pode comprar ações de varejos, frigoríficos, petróleo e bancos. No mercado cripto você também encontra diversidade.

Você encontra diferentes moedas digitais com propósitos diferentes. Entre elas, algumas querem ser de pagamento, outras com o intuito de desenvolvimento da internet, entre outras.

Enquanto uns preferem bolsa de valores outros mercado de criptomoedas, o importante é estudar sobre eles e entender como funciona, como o rendimento é gerado e qual maneira isso irá te beneficiar. Não prejudicando sua saúde financeira. 

No primeiro semestre de 2019 todo mundo voltou a atenção para a Bovespa, que estava batendo os 100 mil pontos, porém, olhando do ponto de vista de valorização, ela só subiu 17%, em relação ao bitcoin que aumentou 226%. Uma grande valorização né?

Feliz Aniversário, Cointimes!

Feliz Aniversário, Cointimes!

Neste dia 22 de Maio de 2019, o portal de conteúdo sobre investimentos, criptomoedas, tecnologia e educação financeira, o Cointimes, completa 1 ano! Por mais que pareça pouco tempo, o projeto conquistou grandes números através de conteúdo gratuito de qualidade. Nesse post você vai saber tudo sobre esse primeiro ano do portal, vem com a gente!

O Cointimes começou como um projeto dentro da Foxbit, abrangendo assuntos mais sobre o mercado financeiro, desde criptoeconomia a educação financeira de um modo geral. Seu crescimento foi de forma tão rápida e repentina, que chegou a 1 MILHÃO de acessos em menos de 1 ano de trajetória.

Junto a esse número tão expressivo, o Cointimes possui alguns meios de comunicação bem relevantes e cheios de conteúdos interessantes e originais, tais como: Conexão Satoshi, um podcast sobre o mercado financeiro; o canal no Youtube que busca informar tudo sobre as últimas notícias do mercado financeiro; além de seus artigos e textos no próprio site, que buscam promover uma aprendizagem mais simples e participativa.

E já que estamos falando de participação, fique sabendo que você também pode fazer parte disto, escrevendo artigos, dando sugestões, fazendo análises, participando e se aproximando do mercado financeiro. O processo para escrever é simples, é só você entrar em contato demonstrando seu interesse em colaborar neste email: [email protected]

Por tudo isso, o Cointimes passou de projeto, para referência em sua área, e a cada dia que passa, seus números crescem cada vez mais junto ao o mercado financeiro. Sua média por mês chega a 235 mil visualizações, mas o que isso significa? A cada dia que passa, novas pessoas conhecem e se interessam pela plataforma, e se aproximam do mundo da economia, que pode impactar diretamente a vida pessoal de cada cidadão, transformando e tirando as pessoas da carência de informação que existe no nosso país, fazendo com que os usuários invistam melhor e aprendam a cuidar do seu dinheiro.

paid make it rain GIF

Ficou interessado? Você pode ajudar ainda mais  dessa missão, o Cointimes está arrecadando seus primeiros tokens e neste link, você vai saber como investir e participar dessa transformação!

Nós da Foxbit, além do sentimento de orgulho, deixamos nesse texto o nosso apreço pelo Cointimes, principalmente pelos “três mosqueteiros”, que formam uma equipe e tanto: Isac Honorato, Lucas Bassotto e Neto Guaraci, viemos parabenizar por esse 1 ano incrível de sucesso, e esse é apenas o começo. 🙂

Feliz Aniversário, Cointimes!

Tamanho real da dívida dos Estados Unidos é US$ 222 trilhões – Notícias da semana

Tamanho real da dívida dos Estados Unidos é US$ 222 trilhões – Notícias da semana

É ótimo ficar por dentro do que acontece com o mercado financeiro, então, toda segunda, nós da Foxbit junto ao Cointimes trazemos um top #3 dos principais notícias para vocês!

#1 Reforma da Previdência já tem maioria na CCJ

Quarenta dias após a entrega da reforma da Previdência ao Congresso Nacional, a tramitação da proposta de emenda constitucional (PEC) dará seus primeiros passos nesta semana, com a perspectiva de que a admissibilidade do texto seja aprovada pelos integrantes da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) na terceira semana de abril.
Saiba mais >

#2 Tamanho real da dívida dos Estados Unidos é US$ 222 trilhões, diz economista


Os Estados Unidos estão no caminho da ruína financeira, e todos podem ver o que está acontecendo, mas ninguém parece conseguir encontrar uma maneira de impedir isso.
Saiba mais >

#3 Preço do bitcoin se recupera e chega a subir 23% em 1 hora


Bitcoin chegou a ser cotado a US$ 5100 dólares no início da madrugada do dia 2 de abril, mas estabilizou em US$ 4798. É o preço mais alto no ano. As cotações são referentes a Bitmex.
Saiba mais >

Achou interessante? Siga a gente nas redes sociais, e semanalmente trazemos um top #3 das notícias que impactaram o mercado financeiro.

Até semana que vem! 🙂