Bear Market e Bull Market: Você sabe o significado destes termos? Investimento

Bear Market e Bull Market: Você sabe o significado destes termos?

Rafael Lemos

Se você acompanha as notícias e análises de ações ou criptomoedas já deve ter lido por aí os termos “bear market” e “bull market”. Você conhece as diferenças entre estes dois tipos de mercado e como aproveitar as oportunidades de cada cenário?

Bear Market – Mercado em Tendência de Baixa

O Bear Market ou “mercado do urso”, quando traduzido ao pé da letra, é uma expressão utilizada quando o mercado está em baixa. Ocorre quando os preços das ações caem, juntamente com as expectativas dos investidores.
A partir daí surge o adjetivo “bearish” ou Ursos, destinado àqueles investidores que acreditam na queda do preço da ação. Quando há este tipo de expectativa, um bom modo para lucrar é operar vendido, especulando contra o ativo em questão.
Ex: Fulano acredita que o preço do bitcoin irá despencar. Podemos dizer que fulano é um Urso ou “Bearish”.

Bull Market – Mercado em Tendência de Alta

Ao contrário do primeiro caso, a expressão Bull Market é utilizado quando a tendência é de alta. A expectativa dos investidores é otimista e de aumento do preço das ações e, consequentemente, muita gente deseja comprar ações. Devido a este otimismo e deslocamento positivo da curva de demanda, os preços sobem.
O adjetivo “bullish” ou Touros representa justamente os investidores que acreditam no aumento do preço da ação. Quem consegue detectar logo a tendência de Bull Market e se posicionar na ação pode lucrar bastante com a subida da cotação.
Ex: Beltrano acredita que o preço do bitcoin subirá bastante. Beltrano possui expectativas otimistas com relação ao ativo e podemos considerá-lo “Bullish” ou um Touro.

Qual a origem dos termos “Bull” e “Bear”?

Existem algumas teorias a respeito da origem dos termos “bear” e “bull”, mas a de maior aceitação é a explicação do professor de Harvard Richard S. Tedlow. Segundo ele, as expressões refletem a forma como esses animais atacam suas presas: A patada do Urso é um movimento que sai de cima para baixo, analogia a um gráfico no qual o preço das ações é descendente. Já a chifrada dos Touros é um movimento que sai de baixo para cima, assemelhando-se a um gráfico no qual o preço das ações é ascendente.
O mercado sempre será composto pelos Touros e Ursos. Um deles será responsável por compor a curva da demanda do ativo e a outra parte formará o lado da oferta.