Computadores quânticos podem acabar com a mineração de bitcoins? Bitcoin

Computadores quânticos podem acabar com a mineração de bitcoins?

Guto Schiavon

A mineração de bitcoins consiste na validação das transações que já ocorreram na rede, a fim de garantir a segurança nas transações. O usuário que realiza aquela tarefa ajuda a tornar a rede mais segura e robusta, e em troca recebe uma remuneração nesse sentido.
Se antes era algo que poderia ser feito com qualquer tipo de dispositivo, o aumento da competição faz com que seja necessário empregar cada vez mais recursos de sorte para achar blocos disponíveis. Porém, há uma preocupação que não é injustificada: os computadores quânticos podem acabar com esse processo?
Veja a resposta para essa pergunta e entenda mais sobre o assunto!

O que aconteceria se a internet acabasse?

Desde que surgiu no mercado, o bitcoin gera uma dúvida: qual seria a consequência se a internet acabasse? Por depender intensamente dos recursos digitais, a existência da moeda está fortemente atrelada à rede mundial.
Mas é possível afirmar que, hoje em dia, o sistema não se extinguiria com o fim da internet. Naturalmente é uma situação pouco desejável, mas não apenas para esse sistema de moeda digital. Os efeitos seriam sentidos em muitas outras questões, como processamento de dados financeiros do internet banking ou do cartão de crédito.
Mesmo assim, a mineração de bitcoins não seria completamente extinta, de modo que essa não é a situação mais problemática ou perigosa.

Os computadores quânticos são ameaças para a mineração de bitcoins?

A computação quântica consiste em uma ideia viável para o futuro. Uma das suas grandes características é o processamento de dados mais intenso, em ordens muito maiores das que são possíveis atualmente.
A questão é que esse tipo de recurso pode afetar diretamente a mineração de bitcoins. Como é capaz de processar um grande volume de informações, um computador quântico pode, teoricamente, quebrar a chave de criptografia que valida os blocos de dados.
Como a tarefa de minerar tem o objetivo principal de atestar a veracidade das transações e tornar a rede mais segura, a inclusão de dispositivos com tão intensa capacidade de processamento pode levar a falhas quanto à confiabilidade de informações.
Entretanto, é importante compreender que essa não é uma exclusividade da moeda digital. Todos os outros serviços que envolvem o uso de chaves de acesso e de criptografia sofreriam as consequências. Basicamente todas as transações digitais seriam afetadas de um jeito ou de outro.

Quais são as formas de evitar esse quadro?

Embora os computadores quânticos ainda estejam distantes de se tornar uma realidade definitiva no cenário atual, já há ações que visam a diminuir ou mesmo evitar seus riscos.
Os programadores de bitcoins já se preparam para essas necessidades e começam a buscar formas de deixar os códigos mais seguros, complexos e incorruptíveis. Com isso, é possível que, na época da disponibilização desse tipo de recurso, a rede esteja muito mais segura.
Além de tudo, algumas práticas também ajudam na segurança, como o uso descartável das carteiras de bitcoin, ou seja, utilizar um endereço e uma chave privada uma única vez, não reutilizando mais.
Há ainda a possibilidade de mudar o tamanho da chave para deixá-la mais complexa. Porém, como é mais pesada, afeta a escalabilidade do sistema, de modo que é uma solução ainda em fase de aprimoramento.
Apesar de computadores quânticos terem o potencial de afetar a mineração de bitcoins, trata-se de uma possibilidade relativamente distante e que, desde já, inclui ações de segurança. Assim, manter-se informado sobre o mercado é muito importante, então assine a nossa newsletter e não perca nenhuma novidade!