Ethereum em minutos: A era dos contratos auto-executáveis

dez 9, 2020 | Ethereum

A era dos contratos auto-executáveis

Em 1994, Nick Szabo, um jurista e criptógrafo, percebeu que os livros de registro descentralizados poderiam ser usados para contratos inteligentes, que também podem ser entendidos como contratos autoexecutáveis ou contratos digitais. Neste formato, os contratos podem ser convertidos em linguagem de código, armazenados e replicados no sistema, e supervisionados pela rede de computadores que mantém o blockchain.

Os contratos inteligentes ajudam a intercambiar dinheiro, propriedade, ações ou qualquer coisa de valor, tudo isso de forma transparente e livre de conflito, evitando a necessidade de um intermediário.

Vitalik Buterin explica que em um contrato inteligente, um ativo ou moeda é transferido para um programa que executa este código e fica encarregado de validar as condições e determinar, automaticamente, a qual usuário aquele ativo deve ser entregue, ou se deve ser reembolsado imediatamente à pessoa (ou combinação de pessoas) que o enviou. Enquanto isso, o livro de registro descentralizado também armazena e replica o documento, garantindo segurança e imutabilidade àquelas informações.

Suponha que você queira alugar um apartamento de alguém. Você pode fazer isto através do blockchain pagando em criptomoeda. Depois de realizar o pagamento, você recebe um recibo que é mantido em um contrato virtual. Então, você receberá a chave de entrada digital em uma data especificada. Se a chave não chegar conforme o combinado, o blockchain liberará um reembolso para você. Se a chave for enviada antes da data de locação do apartamento, a função do contrato inteligente manterá os fundos em custódia e liberará a chave de entrada para você na data acordada. O sistema funciona com base na premissa “se isso acontecer, então aquilo acontecerá”, que é testemunhada por centenas de pessoas, para que você possa esperar uma entrega sem falhas. Se receber a chave, o proprietário do apartamento terá a certeza de que receberá pelo aluguel. O documento é cancelado automaticamente após o tempo do contrato e o código não pode ser interferido por nenhum dos nós da rede sem que haja consenso, pois todos os participantes são alertados simultaneamente.

Você pode usar contratos inteligentes para todos os tipos de situações que vão desde derivativos financeiros até prêmios de seguro, rompimento de contratos, direito de propriedade, execução de crédito, serviços financeiros, processos legais e contratos de financiamento coletivo.

Contratos inteligentes podem ser usados em todas as indústrias, desde serviços financeiros até cuidados de saúde. Aqui estão alguns exemplos:


Governo


Especialistas afirmam que é extremamente difícil para nosso sistema de votação ser gerenciado. No entanto, contratos inteligentes poderiam acabar com todas as preocupações, fornecendo um sistema infinitamente mais seguro. Os votos protegidos pelo livro de registro precisariam ser decodificados e para isso acontecer, ou seja, serem acessados de forma fraudulenta seria necessário um poder de computacional maior que de todos os nós da rede. Ninguém tem tanto poder de computação. Em segundo lugar, os contratos inteligentes poderiam aumentar a baixa participação dos eleitores. Grande parte da inércia vem de um sistema que inclui filas longas, mostrar sua identidade e preencher formulários. Com contratos inteligentes, seria muito mais fácil, rápido e prático votar.

Gerenciamento

O blockchain não só fornece um único livro registro como fonte de confiança, mas também evita problemas de comunicação e fluxo de trabalho por causa de sua precisão, transparência e sistema automatizado. Normalmente, as operações de negócios envolvem idas e vindas, enquanto aguardam as aprovações e as questões internas ou externas se resolverem. O livro registro do blockchain simplifica isso. Ele também corta discrepâncias que tipicamente ocorrem com processamento independente e que podem levar a demandas onerosas e atrasos de liquidação.

Automóvel

Com os veículos autônomos, os contratos inteligentes poderiam colocar em prática uma espécie de “oráculo” que poderia detectar quem foi o culpado de um acidente: o sensor ou o motorista? Ele também poderia lidar com inúmeras outras variáveis. Usando contratos inteligentes, uma companhia de seguros de automóveis poderia cobrar taxas de forma diferente com base em onde e sob quais condições os clientes estão operando seus veículos.

Mercado imobiliário

Você pode ganhar mais dinheiro através de contratos inteligentes. Normalmente, se você quisesse alugar seu apartamento para alguém, você precisaria pagar um intermediário, como um jornal para anunciar e, novamente, você precisaria pagar alguém para confirmar que a pessoa pagou o aluguel e seguiu as regras acordados. O blockchain pode reduzir esses custos. Tudo pode ser pago com criptomoeda e gerenciado por um contrato inteligente.

Setor de saúde

Os registros de saúde pessoais poderiam ser codificados e armazenados no blockchain com uma chave privada que concederia acesso apenas a indivíduos específicos. Os recibos de cirurgias podem ser armazenados em um blockchain e enviados automaticamente aos provedores de seguros como prova de entrega. O livro de registro também pode ser usado para o gerenciamento geral de cuidados de saúde, como supervisão de drogas, conformidade com a regulamentação, resultados de testes e gerenciamento de suprimentos de saúde.

Autonomia: você é o único que faz o acordo; não há necessidade de confiar em um corretor, advogado ou outros intermediários para confirmar a transação. Aliás, isso também anula o perigo de manipulação por um terceiro, uma vez que a execução é gerenciada automaticamente pela rede.

Confiança: seus documentos estão criptografados em um livro de registro compartilhado. Não há como alguém dizer que a perdeu.

Backup: imagine se seu banco perde sua conta poupança. No blockchain, seus documentos estão duplicados muitas vezes.

Segurança: a criptografia mantém seus documentos seguros. Não há possibilidade de hackear um blockchain. Na verdade, seria preciso um hacker fora do normal em termos de inteligência para quebrar o código e se infiltrar.

Velocidade: normalmente, você precisaria gastar muito tempo e papelada para processar documentos manualmente. Os contratos inteligentes utilizam o código do software para automatizar tarefas, reduzindo muito o tempo dos processos comerciais.

Poupança: contratos inteligentes poupam o seu dinheiro, pois eliminam a presença de um intermediário. Você, por exemplo, teria que pagar um notário para testemunhar sua transação.

Precisão: os contratos automatizados não são apenas mais rápidos e mais baratos, mas também evitam erros que resultam do preenchimento manual de montes de formulários.

Problemas a serem superados: Os contratos inteligentes estão longe de ser perfeitos. E se forem encontradas falhas no código? Ou como os governos devem regular esses contratos? Ou, como os governos tributarão essas transações com contratos inteligentes? A lista de desafios continua crescendo. Os especialistas estão tentando desvendá-los, mas esses problemas críticos dificultam a adoção em massa desta tecnologia.

Últimos posts

SatoshiCall

Quer ficar por dentro das principais notícias do mercado?

Deixe o seu e-mail* ao lado e receba o SatoshiCall, nossa newsletter diária com as principais notícias do mercado financeiro.