Investimento internacional: saiba como fazer seu dinheiro render lá fora Investimento

Investimento internacional: saiba como fazer seu dinheiro render lá fora

Guto Schiavon

Com a ampliação dos meios de comunicação, o mundo dos investimentos se tornou mais aberto e globalizado. Se antes um investidor estaria restrito à sua bolsa local, a menos que fosse capaz de pagar um operador em outra parte do mundo, hoje é possível começar um investimento internacional com muito mais facilidade.
De fato, esta prática é cada vez mais comum. Como boa parte da economia no Brasil é atrelada a moedas fortes na economia mundial, principalmente ao Dólar e à Libra, muitos investidores buscam oportunidades nestes mercados. E com mais recursos de comunicação e globalização econômica, hoje é perfeitamente legal investir em outros países.
Claro que ainda há pontos a considerar. Novos ambientes econômicos significam diferentes condições, leis e algumas dinâmicas diferenciadas. Porém, se você compreender como estes mercados funcionam, está no melhor caminho para fazer um investimento internacional de sucesso.

Abrindo uma conta internacional

O primeiro passo para investir em outro país é ter uma conta aberta em uma corretora daquele país. Existem instituições financeiras que atuam em diversas federações, o que pode facilitar o seu trabalho. Mas, na maior parte dos casos, você terá que buscar uma corretora para realizar as transações e investimentos no país onde deseja atuar.
Os critérios utilizados na escolha desta instituição são bem similares aos que você teria ao escolher uma corretora local. Taxas gerais envolvidas no serviço, reputação de integridade da instituição, histórico de resultados entregues a outros clientes etc.
Outra opção que você pode considerar são corretoras e instituições que operam através da internet, pelo uso de Bitcoins. Desta forma, seu investimento internacional poderá ser agilizado e se tornar mais seguro, de acordo com a qualidade do serviço prestado pela instituição.

Defina um tipo de investimento

Um passo importante para aumentar suas chances de retorno neste tipo de investimento é começar com uma noção clara do que você está buscando. Investimentos em imóveis, bolsa de valores, agronegócio etc. Quanto mais você souber de antemão, melhor.
Um dos motivos para esta antecipação é ter um guia para suas pesquisas em relação ao mercado internacional. Quando você inicia um novo investimento, o ideal é compreender como ele funciona.
Porém, considerando que o número de opções é bem amplo, tentar dominar todas elas pode não ser muito eficaz. Porém, se você está focado em investimentos imobiliários, por exemplo, pode estudar apenas as dinâmicas deste mercado a princípio, além de achar uma instituição financeira que te dê mais suporte.

Tome alguns cuidados

Um investimento internacional, assim como qualquer outro, envolver certos riscos particulares. Trouxemos aqui uma lista com os principais deles, para os quais você deve estar atento:

  • Paraísos fiscais: países onde há pouca fiscalização, criando suspeitas com relação à legalidade dos seus investimentos;
  • Diferenças de legislação: algumas nações possuem políticas diferentes com relação a investimentos, impostos e a legalidade de suas ações. Estar informado sobre o tem antes de tomar uma decisão pode te poupar muitos problemas;
  • Seguro oferecido pela instituição: caso haja prejuízo, seus investimentos podem ser protegidos pelo Fundo Garantidor de Crédito ou por um seguro oferecido pela corretora. Se informe antes para saber se seu dinheiro está seguro.

Agora você já entende como pode ser feito um investimento internacional. Quer continuar acompanhando nossas dicas? Então siga-nos no Facebook, LinkedIn, Twitter e Google+ para receber nossos melhores conteúdos em primeira mão.