Não mudamos a marca, ela que evoluiu Institucional

Não mudamos a marca, ela que evoluiu

Roberto Cury

Uma marca é um ativo vivo. Algumas valem bilhões, como Apple, Google e Microsoft. Já outras almejam participar desse seleto grupo das 100 maiores do mundo. A Foxbit, obviamente, é uma delas. “Calma lá Roberto, vocês ainda nem completaram quatro anos e já estão sonhando alto assim?”. Claro! Se eu e todos ao meu lado não sonharem alto, quem vai sonhar e fazer por nós?

O assunto marca é delicado do início ao fim, e me sinto na obrigação de contar a vocês como chegamos à nova marca da Foxbit. Mas, antes de contar o COMO, preciso explicar o PORQUÊ. E pra explicar o porquê tenho que contar quem é a Foxbit.

“Cury, tá de brincadeira comigo! Claro que eu sei quem é a Foxbit, cara!”. Eu sei que vocês sabem, afinal de contas vocês estão no blog da empresa lendo sobre a marca nova, certo? Certíssimo! No entanto, a Foxbit é mais do que palavras, um site, uma exchange e todas suas outras linhas de negócio, como educação, Cointimes, Invest e uma nova linha de negócio em breve (spoilers).

A Foxbit é e vive um propósito acima de tudo. Eu, por sorte, tive o prazer de entrar na empresa exatamente no dia do offsite em janeiro, momento de confraternização e integração da empresa inteira. Lá, percebi que não tinha entrado em uma empresa qualquer, em uma “fintech moderninha” apenas. Era uma empresa de histórias, muitas incríveis e inspiradoras como a dos nossos fundadores Canhada e Guto.

Descobri também que a vontade de mudar o mundo era comum a todos. Que o ideal é instruir nossos novos usuários a começar com 1 a 5% do investimento, no máximo. CARA, isso é surreal! Não é pra tirar vantagem de ninguém, é pra construir algo gigante, com ética e comprometimento. Agora pensa em tentar representar isso tudo em uma marca nova. Ousado, né?

Voltemos ao assunto: POR QUÊ mudar? A marca antiga era amigável, simpática, uma graça. Dessa suspeita, do novo momento de expansão e crescimento da empresa, decidimos nos colocar à prova. “E se chamarmos clientes e não clientes para umas pesquisas?” alguém soltou entre um café e outro. Exato! Pesquisa e dados, sempre. Quantas marcas por aí afora (prefiro não linkar aqui, mas facilmente encontrarão dando uma googlada) não mudaram por mero capricho de uns? Exatamente o que não recomendo e o que não fizemos aqui.

Processo criativo, com alguns dos testes de marca nova

Foram mais de 13 pesquisas realizadas, mais de 3 mil pessoas testadas (alô IBOPE, entrevista EU!) e um orgulho que não cabe. O “pra quê” fica fácil depois dessa construção e desse processo todo ouvindo tanta gente. É pra evoluir, para sair da inércia, para despontar em um mercado que cresce cada dia mais. Pra trazer mais confiança e mostrar que sim, estamos aqui pra mudar o mundo!

Apresentamos nossas pessoas

A marca tem um papel importantíssimo nesse processo, mas sabemos que um logo novo é só um logo novo bonitão, mas nossa marca é muito mais. É nosso dia a dia, é nosso atendimento de qualidade e rápido ao cliente, nossas histórias, nossa nova plataforma bombando de novidades e, acima de tudo, nossa vontade de te ajudar a conquistar seus sonhos por meio da sua liberdade financeira.

Bem vindos à nova Foxbit, amigos! Chega mais, pode entrar, repare sim. Tá cheio de cantinho de parede e rodapé para ajustar, sabemos. Sabemos também que a nossa transparência e dedicação a vocês é o que nos fez chegar até aqui, nesse climão de startup e nessa vontade de fazer o melhor sempre. Por isso e por tudo, obrigado por todo apoio em todos os momentos, é só um pequeno recomeço dessa linda história.  

#NovaFoxbit