Notícias do mundo das criptomoedas Notícias

Notícias do mundo das criptomoedas

Neto Guaraci

Não são todas as pessoas que têm tempo para acompanhar diariamente as notícias de um mercado tão dinâmico, por isso criamos este resumo semanal.
Nele colocamos as principais notícias do mundo das criptomoedas em uma página só, tudo comentado e com títulos de fácil compreensão. Fique ligado toda sexta em nosso resumo da semana! Tem alguma sugestão? Deixe nos comentários.

Litecoin Cash – O novo fork do Litecoin

Litecoin Cash é o novo fork do Litecoin,  mas enquanto os especuladores fazem o preço da moeda decolar, a comunidade de criptomoedas alerta para o perigo de scam (uma moeda falsa) .
A recomendação é não utilizar a mesma chave que seus fundos de Litecoin estão guardados e instalar o novo software apenas em um ambiente seguro.
A nova moeda, que surgirá no dia 18 de fevereiro, contará com um algoritmo de mineração SHA256 (mesma usada no Bitcoin) o que permitirá hardwares de mineração obsoletos voltarem a ativa. Veja as mudanças entre Litecoin e Litecoin Cash:

Tabela de comparação entre criptomoedas – Fonte litecoinca.sh

9 das 50 fintechs mais promissoras de 2018 estão ligadas ao blockchain/criptomoedas – diz Forbes

A Forbes lançou uma lista com as 50 Fintechs mais promissoras  e 9 delas estão ligadas a criptomoedas e blockchain. Diversas empresas que vão de exchanges como a Coinbase, mineradoras, sistemas de pagamentos e software de balanços baseados em blockchain entraram na lista.
A tecnologia das criptomoedas está modificando diversos setores da economia, em breve utilizaremos esses sistemas como usamos o email ou um aplicativo bancário qualquer.
https://blog.foxbit.com.br/harvard-como-bitcoin-e-blockchain-estao-mudando-o-mundo/

Cisco descobre esquema de phishing e mais de 50 milhões de dólares em bitcoins roubados

A Cisco, uma das maiores empresas de tecnologia do mundo, descobriu há 6 meses um gigantesco esquema de phising.
Os hackers copiaram o site da maior wallet online de criptomoedas, a Blockchain.info, criavam  certificados SSL e deixavam o site na primeira posição do Google. Segundo o time de cibersegurança da Cisco, os criminosos utilizavam os bitcoins roubados para aplicar outros golpes.
Ataques de phishing  ficaram extremamente comuns, e como as transações no blockchain são irreversíveis é necessário tomar cuidados extras para evitar cair em algum golpe.
Algumas dicas simples, como guardar os links das exchanges nos favoritos ou em um gerenciador de senhas podem evitar muitos problemas.
https://blog.foxbit.com.br/como-se-proteger-phishing/

Western Union confirma testes com Ripple

Após meses de especulação, finalmente o CEO da Western Union confirmou os testes com a startup Ripple. A mesma startup  responsável pela moeda XRM e listada pela Forbes na lista das 50 fintechs mais promissoras em 2018. Eles também têm diversos outros produtos, a xRapid, xCurrent e  xVia são os principais.
A empresa de blockchain quer se tornar o próximo sistema SWIFT (sigla em inglês que significa Sociedade para Telecomunicações Financeiras Interbancárias Mundiais).
O interesse da Bloomberg em se aproximar da Ripple está no uso da XMR como meio de pagamento e nas melhorias na área de compliance usando o blockchain.
Apesar de muito testada por diversos grandes bancos, as soluções da Ripple são, comparadas ao Bitcoin e outras criptomoedas, extremamente centralizadoras. Isso por um lado dá mais controle das transações, mas por outro fragiliza a segurança do sistema.
Você pode ver a entrevista completa no vídeo (em inglês):

G1 visitou a toca da FoxBit

O G1 visitou a toca da FoxBit para entender como funciona o ambiente da maior exchange da América Latina. A reportagem realçou o clima descontraído e jovem.
“Aqui o ambiente é muito startup, né. Sem ‘dress code’. Tem área de descompressão com games, tem happy hour, tem uma máquina de chope no escritório, para depois do expediente” , explicou Guto Schiavon à equipe do G1.
Veja a reportagem completa do G1.

Vale lembrar que a FoxBit foi eleita, pela LoveMondays, a melhor PME para se trabalhar no Brasil.