O que é Pirâmide de Madoff? Não caia no golpe Finanças

O que é Pirâmide de Madoff? Não caia no golpe

Lucas Bassotto
Pirâmide de Madoff vs Pirâmide Ponzi?

Muitos usuários estão familiarizados com as pirâmides de Ponzi, que infelizmente são muito comuns no mercado. As pirâmides de Ponzi oferecem um rendimento muito acima do mercado e necessitam de cada vez mais investidores para se tornarem sustentáveis e pagar os mais antigos.
A pirâmide de Madoff por outro lado, é um tipo de pirâmide Ponzi mais incomum no Brasil, ao contrário dos esquemas Ponzi convencionais, este tipo de esquema oferece rendimentos que são plausíveis aos olhos de investidores mais informados, geralmente oferecem em torno de 1 a 3% de retorno ao mês.
Além disso, os golpistas que se utilizam deste esquema apresentam um comportamento menos agressivo em relação aos golpistas de pirâmide ponzi, que geralmente gostam de ostentar suas supostas riquezas materiais.

Como funciona?

Bernard Madoff, operador renomado de Wall Street e fundador da Bernard L. Madoff Investment Securities LLC, foi condenado a 150 de prisão no dia 29 de julho de 2009 acusado de estar por trás de um esquema multibilionário e fraudulento de pirâmide financeira conhecido como Ponzi.
Ele prometia cerca de 1% de retorno ao mês, sua estratégia era atrair cada vez mais novos clientes e utilizar este dinheiro para pagar os clientes mais antigos que desejavam resgatar seus rendimentos.
Geralmente os golpistas que usam este sistema, se valem de um marketing muito agressivo para atrair cada vez mais novos investidores, eles também recrutam grandes e renomados investidores para dar mais credibilidade ao seu negócio.
Para justificar o alto retorno ao mês, os golpistas sempre dizem possuir uma técnica inovadora e exclusiva no mercado, e que por questão de estratégia comercial, não podem revelar o funcionamento desta técnica.
Em outras palavras, num esquema de pirâmide Madoff não há transparência sobre o funcionamento do mecanismo que permite os lucros acima do mercado, ou qualquer histórico que comprove a veracidade das operações.
Os esquemas de Madoff são mais difíceis de serem percebidos pelo público, pois se diferenciam em relação à rentabilidade.
Enquanto um esquema de Ponzi comum oferece cerca de 20% ao mês, o que é uma taxa de retorno absurda, os esquemas de Madoff oferecem uma rentabilidade mais plausível na visão de quem está mais informado e inserido no mercado.

Exemplo hipotético de um golpe:

Vamos supor que exista uma empresa que supostamente realiza operações lucrativas no mercado de ações, o nome dela é Madoff Investments.
Ela oferece 3% de rendimento médio ao mês, desde os clientes depositem dinheiro no fundo da empresa. Para justificar seus rendimentos, a empresa diz que um computador quântico executa um algoritmo que rastreia e sinaliza entre milhares de preços e dados, as melhores oportunidades de compra e venda do mercado.
No entanto, em momento algum, a empresa revela algum sinal das suas operações ou mostra como o suposto computador quântico funciona, a justificativa é para que eles não comprometam a estratégia comercial.
Mesmo que as oportunidades no mercado financeiro diminuam cada vez mais a cada dia com um maior número de volume, eles irão continuar investindo em muita propaganda e atraindo cada vez mais pessoas para o esquema.

Quando é tarde demais

Geralmente as pessoas perdem muito dinheiro nestes esquemas, até mesmo o Banco Santander foi vítima, perdendo cerca de 2,87 bilhões de dólares. Quando as pessoas percebem que todo o esquema passa de um golpe e tentam sacar seu dinheiro, já é tarde demais, ou o golpista foge com todo o dinheiro, ou o fundo operado quebra porque as pessoas já sacaram todo o saldo.
Portanto tome cuidado ao receber propostas de investimentos que utilizam métodos obscuros, impossíveis de se auditar e que só se baseiam na mera confiança. É por isso que o bitcoin surgiu, para dar transparência e independência aos atores do mercado.
Não quer cair em golpes e ainda receber conteúdo todo dia na sua timeline? Curta e siga nossa página no Facebook e no Twitter.