O que são ICOs?

mar 29, 2022 | Outras categorias

Uma Initial Coin Offering (na tradução literal, “Oferta Inicial de Moeda”) ou ICO é um evento em que uma empresa coloca uma criptomoeda à venda para arrecadar dinheiro. Os investidores recebem criptomoedas em troca de suas contribuições financeiras.

A grosso modo, ICO é a versão criptográfica de uma Initial Public Offering (IPO) no mercado de ações. Embora seja possível obter lucros consideráveis ​​por meio de ICOs, a falta de regulamentação as torna extremamente arriscadas. Neste guia, você aprenderá tudo sobre ICOs, incluindo como elas funcionam e alguns exemplos notáveis.

Como funcionam as Initial Coin Offerings (ICOs)?

Quando uma empresa decide ter uma ICO, ela anuncia a data, as regras e o processo de compra com antecedência. Na data de lançamento da ICO, os investidores podem comprar a nova criptomoeda.

A maioria das ICOs exige que os investidores paguem usando outra criptomoeda, como Bitcoin (BTC) e o Ethereum (ETH) por exempo. Há também ICOs que aceitam moeda  fiduciário em troca das novas criptomoedas..

O processo de compra normalmente envolve o envio de dinheiro para um endereço de carteira criptográfica especificado. Os investidores fornecem seu próprio endereço de destinatário para receber a criptomoeda que adquirem.

O número de tokens vendidos durante uma ICO e o preço do token podem ser fixos ou variáveis. Aqui estão alguns exemplos de como podem funcionar as transações:

Número de tokens e preço fixos

A empresa define ambos com antecedência, como oferecer um milhão de tokens a um preço de R$ 1 por token, por exemplo.

Número fixo de tokens e preço variável

A empresa vende um número fixo de tokens e os precifica com base na quantidade de fundos que recebe. Mais financiamento resulta em um preço de token mais alto. Se estiver vendendo um milhão de tokens e arrecadar R$ 2 milhões, cada token terá um preço de R$ 2.

Número variável de tokens e preço fixo

A empresa define um preço fixo, mas não limita o número de tokens que venderá. Um exemplo seria se uma empresa vende tokens a R$ 0,50 cada até que a ICO termine.

Exemplos de Initial Coin Offerings (ICOs)

As ICOs são uma maneira alternativa de arrecadar dinheiro no espaço criptográfico. É difícil obter sucesso, mas se acontecer… prepare-se para ficar milionário(a)! Aqui estão alguns exemplos das ICOs de sucesso:

Ethereum (ETH)

Muitos entusiastas de criptomoedas ficaram empolgados com o Ethereum e sua blockchain programável quando sua ICO foi lançada, em julho de 2014. Arrecadando US$ 18,4 milhões e logo depois se tornou a segunda maior criptomoeda do mercado, mantendo o patamar até os dias de hoje.

Tezos (XTZ)

Tezos levantou US$ 232 milhões por meio de sua ICO, em julho de 2017, mas não foi um sucesso completo. Houve vários atrasos na distribuição dos tokens vendidos através da ICO, levando a uma ação coletiva. Tezos chegou a um acordo de US$ 25 milhões com todas as partes envolvidas em 2020.

Cardano (ADA)

A Cardano (ADA) aprimorou aspectos do Ethereum e teve uma ICO ainda mais bem-sucedida. Em janeiro de 2017, arrecadou US$ 62,2 milhões. Atualmente, é uma das cinco principais criptomoedas por capitalização de mercado.

Posso ter minha própria ICO?

No nível mais básico, iniciar sua própria ICO é uma questão de criar um token de criptomoeda, definir uma data e estabelecer regras para a venda do token.

Para arrecadar fundos com sucesso, isso é outra história. A parte mais importante é ter um projeto de criptomoeda que as pessoas estejam interessadas em apoiar. Você também precisa determinar como a criptomoeda lançada irá se encaixar no projeto. 

Além disso, para dar início ao processo de abertura da ICO, você precisará de todos os itens a seguir:

  • Whitepaper descrevendo seu projeto;
  • Website;
  • Presença nas redes sociais
  • Objetivos de curto e longo prazo definidos;
  • Pesquisa de mercado sobre outras ICOs;
  • Campanhas de marketing.

Para desenvolver uma ICO de sucesso, é necessário ter uma equipe dedicada para tal. Será que tens o que é necessário?

ICO x IPO

As ICOs são frequentemente comparadas às ofertas públicas iniciais (IPOs), uma nova oferta de ações de uma empresa privada. Tanto ICOs quanto IPOs permitem que as empresas arrecadem fundos.

A principal diferença entre ICOs e IPOs é que as IPOs envolvem a venda de títulos e estão sujeitas a regulamentações muito mais rígidas. Uma empresa que deseja realizar uma IPO deve apresentar uma declaração de registro na Comissão de Valores Mobiliários dos EUA e obter sua aprovação. A declaração de registro deve incluir um prospecto que forneça demonstrações financeiras e fatores de risco potenciais.

Uma ICO é a venda de uma criptomoeda, não de um título. Por esse motivo, não possui requisitos formais como as IPOs. Mas se uma empresa tentar contornar os requisitos realizando uma ICO para algo que se encaixa na definição de segurança, ela poderá ter problemas com a justiça.

Como as ICOs são regulamentadas?

As ICOs são em grande parte não regulamentadas. Nos Estados Unidos, não há regulamentos que se apliquem especificamente às ICOs. No entanto, se uma ICO se enquadra na classificação de uma oferta de valores mobiliários, ela se enquadra na jurisdição da SEC e é regulamentada pelas leis federais de valores mobiliários.

Alguns países adotaram uma postura rígida e baniram totalmente as ICOs. Os países que proibiram as ICOs incluem China, Bangladesh, Bolívia, Equador, Macedônia e Nepal.

<H2>Vantagens e desvantagens das ICOs</H2>

Como tudo no mundo dos investimentos, ICOs têm seus prós e contras:

VANTAGENS DA ICOSDESVANTAGENS DAS ICOS
Oferecem altos lucros potenciais se você puder determinar qual criptomoeda é um bom investimento; 
Como você está comprando antecipadamente, os preços geralmente são mais baixos e algumas ICOs oferecem tokens com taxas de desconto;
São acessíveis a qualquer pessoa. Ao contrário de algumas IPOs, não há restrições sobre quem pode investir;
É uma maneira rápida e eficiente para as start-ups levantarem fundos.
Sendo as criptomoedas voláteis, há um risco significativo de que o token perca valor ou falhe totalmente;
A falta de regulamentação resulta em mais fraudes e excesso de projetos ruins;
É necessário algum conhecimento de carteiras de criptomoedas para investir.

Se você deseja investir em ICOs, recomendamos que você use uma carteira pessoal como a MyEtherWallet para fazê-lo. Não se deve sacar ETH da Foxbit direto para um ICO, pois os tokens iriam nesse caso para a carteira da corretora, e não para sua, e a Foxbit, por ora, não oferece suporte para ICOs.

Últimos posts

SatoshiCall

Quer ficar por dentro das principais notícias do mercado?

Deixe o seu e-mail* ao lado e receba o SatoshiCall, nossa newsletter diária com as principais notícias do mercado financeiro.