Criptonário

Criptonário

Dicionário de cripto, entenda todos os termos e gírias utilizadas

Ao longo dos 10 anos de existência dos ativos digitais, surgiram diversas criptomoedas e com elas centenas de termos técnicos e gírias utilizadas para embasar uma comunicação mais específica no mundo da criptoeconomia.

A seguir, conheça as expressões utilizadas no vocabulário dos criptoativos e o que significa cada uma delas no Criptonário (dicionário de cripto) que a Foxbit preparou para você:

Palavras mais usadas:

 

Altcoin

Nome dado as moedas alternativas ao bitcoin. Exemplo: Litecoin, Dogecoin, Dash, etc.

 

Ativo

Se refere a qualquer coisa que forme os bens de uma pessoa. Por exemplo, se você tem R$ 3.000,00 na sua conta bancária, esses são os seus ativos nesse banco. No caso das criptomoedas, chamamos de “Ativos Digitais”.

 

bitcoin

Iniciando com letra minúscula, representa a unidade monetária do protocolo Bitcoin.

 

Bitcoin

Iniciando com letra maiúscula, representa o protocolo criado por Satoshi Nakamoto.

 

Blockchain

A blockchain também conhecida por protocolo da confiança, é uma tecnologia de registro distribuído que visa a descentralização como medida de segurança. É vista como a principal inovação tecnológica do Bitcoin visto que é a prova de todas as transações na rede. Registra e guarda todas as transações feitas na história do Bitcoin.

 

Carteira

Em inglês Wallet, é onde o investidor pode guardar suas moedas digitais de forma mais segura até o momento de venda e/ou troca.

 

Exchange

Local utilizado para troca entre criptomoedas e outros ativos, por exemplo, trocar real por bitcoin. Exchange de bitcoins são utilizadas para trocar bitcoin por moedas FIAT ou outras criptomoedas.

 

Liquidez

É a capacidade de comprar ou vender um ativo facilmente, mesmo em grandes quantidades.

 

Mineração

É o ato de realizar cálculos matemáticos. Quando um computador realiza esse cálculo criptográfico ele recebe uma recompensa, X Bitcoin. Dizemos que ele está minerando e permitindo que surja mais Bitcoin.

 

Trade

Operação de compra e venda de alguma ciptomoeda. Quando você deposita 100 reais, compra X Bitcoin e depois vende, você está fazendo uma operação de trading.

 

Volatilidade

Movimentos dos preços de um ativo. Se o valor do ativo sobe e desce com muita frequência, às vezes até de diferenças de preço grandes, diz-se que o ativo tem alta volatilidade.

Addy 

Endereço de uma carteira de criptomoeda.

 

Altcoin

Nome dado as moedas alternativas ao bitcoin. Exemplo: Litecoin, Dogecoin, Dash, etc.

 

AML

Sigla de Anti-Money Laundering, em português: Anti-Lavagem de Dinheiro. São técnicas utilizadas para barrar a lavagem de dinheiro, como receber dinheiro apenas via transferência bancária e do próprio titular da conta, como as exchanges brasileiras já fazem.

 

ASIC

Sigla Application Specific Integrated Circuit, em português: Circuitos Integrado de Aplicação Específica. Chip criado especificamente para realizar uma tarefa, exemplo, no caso do bitcoin, os ASICs foram criados para processar um hash SHA-256 e minerar bitcoins.

 

ATH

O preço máximo que uma determinada criptomoeda já atingiu.

 

Ativos

Se refere a qualquer pertence que componha os bens de uma pessoa. Por exemplo, se você possui R$ 3.000,00 em sua conta bancária, esses são os seus ativos nesse banco. No caso das criptomoedas, chamamos de “Ativos Digitais”.

 

ATM

Automated Teller Machine, que significa: Caixa Eletrônico. No caso do Bitcoin, às vezes são chamados de BTM, permite que os usuários façam compra e venda de bitcoins, usando dinheiro físico ou cartões de débito.

Baleia 

Detentor de grande parte de uma determinada moeda, a baleia é um usuário que centraliza a moeda controlando o preço dela.

 

Bear

Do inglês, “Urso”. O “Bear” é o investidor que crê na queda do preço da criptomoeda à qualquer momento. Com isso, o Bear vende seus ativos antes que desvalorizem demais. Quando dizemos que um mercado é “Bearish”, quer dizer que naquele momento há mais ordens de venda do que de compra.

 

bitcoin

Iniciando com letra minúscula, representa a unidade monetária do protocolo Bitcoin.

 

Bitcoin

Iniciando com letra maiúscula, representa o protocolo criado por Satoshi Nakamoto.

 

Block Explorer

Também conhecido como Blockchain Browser, é um site ou programa de computador que permite você visualizar as transações, endereços, blocos e qualquer informação de uma blockchain e de uma criptomoeda específica.

 

Blockchain

A blockchain também conhecida por protocolo de confiança, é uma tecnologia de registro distribuído que visa a descentralização como medida de segurança. É vista como a principal inovação tecnológica do Bitcoin visto que é a prova de todas as transações na rede. Registra e guarda todas as transações feitas na história do Bitcoin.

 

Blockchain.info

Empresa que oferece serviço de carteira e explorador de blocos, confundida com a cadeia de blocos do bitcoin.

 

Bloco Genesis

O primeiro bloco do Bitcoin, minerado por Satoshi Nakamoto.

 

BTC

Abreviação da unidade monetária do bitcoin.

 

Bull

Do inglês, significa “Touro” e é exatamente o contrário do “Bear”. O bull é o investidor que crê na evolução do preço da criptomoeda. Esse usuário aposta em comprar a moeda na baixa para fazer lucro quando o valor subir. 

Cold storage

Movimentação de criptomoedas offline, ou seja, armazenar as criptos em carteiras de papel.

 

CPU

Central Processing Unit, em português, Unidade Central de Processamento, é o cérebro do computador. Onde a maior parte dos cálculos é feito. 

 

Criptomoeda

O termo criptomoeda, é utilizado para referir-se a moedas digitais como por exemplo o Bitcoin, que usa constantemente a criptografia para vários fins. Um deles é garantir que todas as transações sejam feitas de forma 100% segura.

DDoS

Distributed Denial of Service, em português: Ataque Distribuído de Negação de Serviços. Este ataque que utiliza um grande número de computadores sob o controle de um atacante para enviar pequenas quantidades de tráfegos pela internet com o objetivo de congestionar o acesso e drenar recursos de um servidor alvo.

 

Dump

Quando o preço de uma criptomoeda desce inesperadamente.

 

Dust transaction

Transação com uma pequena quantidade de bitcoins, com baixo valor financeiro, mas que ocupa espaço no blockchain. 

Escrow

Nome dado pelo ato de manter fundos em posse de terceiros, a fim de se proteger durante uma operação.

 

Exchange

Local utilizado para troca entre criptomoedas e outros ativos, por exemplo, trocar real por bitcoin. Exchange de bitcoins são utilizadas para trocar bitcoin por moedas FIAT ou outras criptomoedas.

Faucet

Sites que oferecem recompensas em bitcoin a partir de cliques em propagandas ou realizar pequenas tarefas. Exemplo: responder pesquisas.

 

Fee

Refere-se a taxas, que pode ser taxa de conversão, transferência ou de saque, etc.

 

Fiat

É o dinheiro fiduciário, ou seja, aquele que não é criptomoeda, como o Real, Dólar, Euro, Iene, etc.

 

FOMO

Fear of missing out, em português: medo de perder uma oportunidade que pode gerar lucro.

 

Fork

Atualizações nos códigos de criptografia das moedas geram uma bifurcação, chamada de Fork. Uma nova moeda gerada a partir de outra, como o Bitcoin Gold que é um fork do Bitcoin.

 

Full Node

É o programa que contém as regras de consenso da rede do Bitcoin e uma cópia completa do Blockchain. Nem todo full node é minerador, mas todo minerador é um full node.

GPU

Graphical Processing Unit, em português: Unidade de Processamento Gráfico. Chip projetado para processar cálculos matemáticos complexos, necessário para rodar jogos e softwares que utilizam muitos recursos gráficos.

Hash rate

Número de hashes processados por um minerador em um determinado período de tempo.

 

HODL

É um meme, o correto seria Hold – de “segurar”, do inglês, que é quando você mantém seus ativos, mesmo na baixa de preço, pois acredita que será valorizado futuramente.

 

Hype

É uma palavra usada sempre que algo está na nova onda popular. Por exemplo: “O Bitcoin é a nova hype do momento”. 

ICO

Initial Coin Offering, em português, Oferta Inicial de Moeda. É um sistema criado para arrecadar fundos para uma start-up ou empresa. Normalmente elas surgem com “ideias revolucionárias ou únicas” que são aplicadas em cima de uma blockchain. Atenção: ICOs também podem ser Scams.

 

Input

Endereço de origem de uma transação bitcoin. Uma única transação pode ter múltiplos endereços de origem.

Kilohashes/sec – kH/s 

Número de tentativas possíveis de resolver um hash em um dado segundo, medido em milhares de hashes.

 

KYC

Know Your Customer, em português: Conheça seu Cliente. São políticas que instituições governamentais impõe a empresas para conhecer com quem estão fazendo negócios, ou seja, possuem dados e documentos de seus clientes.

Ledger

O ledger é um registro compartilhado de informações, a exemplo um livro caixa de um banco, um livro onde ficam registrados todas as transações financeiras feitas em um banco, o ledger seria um local onde ficam registradas as transações feitas por criptomoedas, que passam pela Blockchain.

 

Liquidez

É a capacidade de comprar ou vender um ativo facilmente, mesmo em grandes quantidades.

Maleabilidade

Habilidade de modificar transações não confirmadas sem fazê-las inválidas.

 

Marketcap 

Em português: capitalização de mercado. Quantidade de criptomoeda circulante X preço da cripto.

 

Megahashes/sec – MH/s

Número de tentativas possíveis de resolver um hash em um dado segundo, medido em milhões de hashes.

 

MicroBit – uBTC

Milionésima parte de 1 bitcoin ou 0.000001 BTC.

 

MiliBit – mBTC

Milésima parte de 1 bitcoin ou 0.001 BTC.

 

Mineração

É o ato de realizar cálculos matemáticos. Quando um computador realiza esse cálculo criptográfico ele recebe uma recompensa, X Bitcoin. Dizemos que ele está minerando e permitindo que surja mais Bitcoin.

 

Mixer

Serviço utilizado para embaralhar input e output de transações, a fim de manter a privacidade e diminuir o nível de rastreamento.

Dispositivo conectado a rede Bitcoin que utiliza um programa de computador para retransmitir transações para outros nós, criando uma rede descentralizada.

Ordem de compra/venda: MARKET

Ordem de mercado que realizará aquela compra independente do preço que estiver.

 

Ordem de compra/venda: STOP-LIMIT

Funciona assim, vc escolhe um preço e diz pro sistema “no momento em que a moeda atingir X dólares você colocará uma ordem LIMITADA de Y dólares”.

 

Output

Endereço destino de uma transação bitcoin. É possível que uma transação tenha múltiplos outputs.

P2P

P2P significa peer-to-peer, em português: ponto-a-ponto. O Bitcoin foi projetado como um sistema peer-to-peer, ou seja, que não precisa de intermediários, como bancos centrais, para intermediar uma transação entre duas pessoas. No mercado, este termo é usado para descrever comercialização de criptomoedas entre duas partes, sem a necessidade de uma exchange.

 

Pool

Coleção de mineradores que se agrupam para minerar coletivamente um bloco, e depois dividir a recompensa entre eles. Pools de mineração são uma ótima maneira para aumentar a probabilidade de êxito conforme a dificuldade for aumentando.

 

Pump

Quando o preço de uma moeda sobe inesperadamente.

QR code

Em português código de barras bidimensional que pode ser convertido em texto,  URL, número de telefone, geolocalização, etc. É muito utilizado para codificar e facilitar a leitura de chaves privadas e endereços bitcoin, por ser facilmente escaneado é muito usado em telefones celulares equipados com câmera.

Rekt

Não queira ser um Rekt! O Rekt é uma palavra em inglês escrito com erros de ortografia – o correto seria “Wrecked”, que significa “Naufragado/ náufrago”. É o investidor que perdeu tudo com a queda de um preço, arruinando seu patrimônio.

 

ROI

O retorno que se tem baseado no quanto você investiu.

Satoshi

Menor divisão de um Bitcoin = 0,00000001 BTC. Quando alguém fala que tem 10 Satoshis, significa que possui 0,00000010 BTC.

 

Satoshi Nakamoto

Pseudônimo usado para o criador do Bitcoin.

 

Scam

Gíria para golpe ou sites fraudulentos.

São sites que surgem na internet prometendo altos rendimentos com investimentos em várias tipos de plataformas. Normalmente duram dias, meses ou, quando muito, anos até que sumam com o dinheiro de seus investidores sem deixar rastros.

 

Scamcoin

Altcoin criada com objetivos de dar golpe nos usuários e enriquecer os criadores.

 

Scrypt

Criptografia alternativa designada para ser mais utilizada por CPUs e GPUs, oferecendo uma resistência aos ASICs.

 

SEPA

Single European Payments Area, em português, Área Única de Pagamentos Europeus, é um sistema de pagamento integrado entre os países da Zona do Euro, que permite transferir fundos entre bancos e países diferentes. A operação de transferência é semelhante ao TED/DOC que possuímos no Brasil, mas no caso da SEPA, engloba todos os países que utilizam Euro.

 

SHA-256

Função matemática do tipo hash utilizando no bitcoin em diversos contextos, inclusive durante o processo de mineração.

 

ShitCoin

É o termo utilizado para classificar moedas scams, com baixa ou nenhuma reputação na comunidade. 

 

Soft Fork

Atualização de uma moeda que não exige que o sistema da mesma seja reiniciado com uma nova blockchain. Normalmente acontece sem que percebamos.

Terahashes/sec – TH/s

Número de tentativas possíveis de resolver um hash em um dado segundo, medido em trilhões de hashes (TH/s).

 

Testnet

Uma rede alternativa ao Bitcoin usada para testes.

 

Token

Normalmente os tokens são confundidos com criptomoedas, porém existem diferenças. As criptomoedas são moedas criadas com o propósito de serem moedas, já os tokens são criados para serem distribuídos a pessoas com promessas de valerem algo no futuro. Comparando ambos ao mercado convencional de investimentos, as criptomoedas poderiam ser moedas como USD ou EURO, já os Tokens seriam as Ações de uma empresa.

 

TOR

Sigla de The Onion Router, em português: O Roteador Cebola.  É um protocolo de roteamento, usado por pessoas que querem manter sua privacidade na rede.

 

Trade

Operação de compra e venda de alguma ciptomoeda. Quando você deposita 100 reais, compra X Bitcoin e depois vende, você está fazendo uma operação de trading. 

Volatilidade 

Movimentos dos preços de um ativo. Se o valor do ativo sobe e desce com muita frequência, às vezes até de diferenças de preço grandes, diz-se que o ativo tem alta volatilidade.

Wallet

Em português “carteira” é onde o investidor pode guardar suas moedas digitais de forma mais segura até o momento de venda e/ou troca.

 

Withdrawal

Retirada de algum valor, como um saque.

XBT

Representa a unidade monetária do bitcoin.

A Foxbit utiliza cookies com o objetivo de melhorar sua experiência em nossa página web e adaptar o conteúdo para torná-lo mais útil e acessível. Para mais informações, consulte a nossa política de cookies.

×

Compre e venda criptos agora pelo app

Com ele você pode comprar e vender com agilidade e facilidade de onde estiver. Tudo o que você precisa na palma da sua mão.

BAIXE AGORA