Halving do bitcoin: Como estar preparado? Bitcoin

Halving do bitcoin: Como estar preparado?

O próximo halving do bitcoin está próximo, mas o que isso significa? E quais as consequências do halving?

Antes da explicação sobre o Halving do bitcoin vamos começar por quem é o Satoshi Nakamoto: é um pseudônimo japonês criado para ocultar a real identidade de uma pessoa ou de um grupo de pessoas, que escreveu o protocolo inicial do bitcoin em 2008. 

Desde a sua criação, a idéia do bitcoin era de ser uma moeda independente e descentralizada, ou seja, não há uma autoridade central controlando ou emitindo o mesmo. E quando falamos que o bitcoin é uma criptomoeda descentralizada muitas pessoas perguntam, mas se o bitcoin é descentralizado como ele é emitido e controlado? Vamos te explicar de uma maneira fácil de entender, sem enrolação ou termos técnicos avançados.

As criptomoedas são emitidas através de mineração, de forma automatizada feito pela própria rede do bitcoin, o Blockchain. 

Ok, mas o que é blockchain? E o que é mineração?

O Blockchain é como se fosse uma enorme planilha de excel com todas as transações de bitcoin existentes desde a sua criação. Nela só é permitida a entrada de informações e cada informação representa um novo bloco, por isso o nome “cadeia de blocos”, blockchain. Nessa rede não é permitido alterar, manipular ou sobrescrever nada já validado. 

A mineração, por sua vez, é o processo que faz a adição desses blocos de informações nessa “enorme planilha”, além de um processo de transformar poder computacional em imutabilidade das transações feitas na rede do bitcoin.

Tá. Mas como isso acontece?

Para que a mineração aconteça, é necessário equipamentos específicos capaz de resolver cálculos algoritmos em poucos segundos e adicionar os blocos na rede blockchain. Esses computadores, chamado de “mineradores”, recebem uma recompensa em bitcoin, além da taxa da transação, chamadas de “fees”.

Além disso, quando o Satoshi criou a cripto, ele impôs um “limite máximo” de 21 milhões de unidades de bitcoins a serem minerados. Ele também determinou que a cada 210 mil blocos emitidos, o que aproximadamente seria a cada 4 anos, a quantidade de bitcoins criados seria reduzida pela metade, ou seja, os mineradores teriam cada vez menos recompensas em bitcoin. Essa redução na produção de bitcoins é chamada de “halving”. 

Anteriormente aconteceram outros halvings do bitcoin, o primeiro foi em Novembro de 2012, o segundo aconteceu em Setembro de 2016 e o próximo está programado para Maio de 2020. 

Ok, mas no meio de tudo isso, o que acontecerá com o preço do bitcoin? 

Como mostrado no gráfico abaixo, com essa “escassez” do bitcoin, o valor dele só tende a se valorizar, como a lei de oferta e demanda exige. 

Com base nessas valorizações anteriores, podemos esperar uma valorização considerável no ano de 2020. 

Hoje, 06/11/2019, o bitcoin está no valor $ 9.377,41 de dólares 37.322,09 reais, como mostra o site Coinmarketcap

Sendo assim, o halving é um acontecimento muito esperado pois tornará a emissão de bitcoins mais escassa. O processo de mineração continuará o mesmo, o que mudará após o halving será o prêmio por bloco minerado.

Para mais informações, acompanhe nosso blog e nos siga em nossas redes sociais, pois postamos vários conteúdos explicativos em tom educacional e de fácil entendimento. 

A Foxbit utiliza cookies com o objetivo de melhorar sua experiência em nossa página web e adaptar o conteúdo para torná-lo mais útil e acessível. Para mais informações, consulte a nossa política de cookies.

×

Compre e venda criptos agora pelo app

Com ele você pode comprar e vender com agilidade e facilidade de onde estiver. Tudo o que você precisa na palma da sua mão.

BAIXE AGORA