Libra X Bitcoin Bitcoin

Libra X Bitcoin

Entenda as principais diferenças e semelhanças entre a criptomoeda mais conhecida do mundo, e a mais nova criptomoeda do Facebook.

Uma notícia incendiou o mercado de criptomoedas nos últimos dias, não é sobre a alta do Bitcoin. E sim o lançamento da nova criptomoeda do Facebook, a Libra.

O dia 18 de junho de 2019 foi um dos dias mais importante dos últimos anos não só para o mercado de criptomoedas, mas para todo mercado de tecnologia. Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, anunciou um ambicioso projeto, uma super criptomoeda.

Mas ela é tão super assim? O que será essa moeda? Como ela vai ser emitida? Quem vai controlar? O Facebook? Vem com a gente que vamos te explicar tudo sobre ela.

O que é a Libra e a sua Associação?

A criptomoeda Libra vem com a missão de ser uma moeda global, digital, de fácil acesso e poderá ser usada para incluir no sistema financeiro cerca de 1,7 bilhões de adultos que estão fora do sistema monetário mundial e dos serviços financeiros.

Além disso, a moeda digital poderá fazer a ponte entre o mercado tradicional com o mercado de criptomoedas. Ela não quer ser disruptiva e quebrar o mercado financeiro atual, isso fica muito claro no seu whitepaper.

Por isso, junto com ela vem o Conselho de Associação da Libra, que é compostos de grandes empresas como: Mastercard, PayPal, PayU, Stripe, Visa, Booking Holdings, eBay, Facebook, Farfetch, Lyft, Mercado Pago, Spotify AB, Uber e muitas outras.

A ideia por trás dela é que ela seja uma moeda estável e lastreada em ativos ao redor do mundo. O lastro da moeda será feito com ativos de baixa volatilidade, incluindo depósitos bancários e títulos governamentais.

Esses ativos vão pagar juros, mas nenhum usuário da Libra vai receber dividendos ou algo do tipo. Todo valor gerado pelos títulos serão reutilizados para manter o projeto junto com sua Associação.

Para assegurar que a criptomoeda não terá uma oscilação tão grande como a do Bitcoin, a Associação da Libra só vai investir em países com governos estáveis com baixa probabilidade de ter uma alta inflação.

Essa Associação vai gerenciar e cuidar de tudo em torno da Libra, principalmente suas reservas. Ela vai manter a estabilidade, desenvolvimento e crescimento do projeto. Somente eles vão poder criar novas moedas, fazendo um centralização para o modelo.

Uso no dia a dia

Os planos da rede social para a criptomoeda é seu uso diário, tanto em pagamentos online como em compras de lojas físicas, coisas que o Bitcoin até hoje não conseguiu atingir.

Com Visa, Mastercard, Paypal e outras empresas de pagamento no projeto, isso poderá ser facilmente implementado e baratear as transações.

Os valores de transações ainda não foram divulgados, mas tudo indica que será de baixo custo para valer a pena o uso no dia a dia.

Podemos esperar transações pelas principais redes sociais da empresa como os aplicativos de mensagens: o Messenger, Instagram e Whatsapp,
como já acontece no WeChat.

A Libra não é o Bitcoin!

Esse é um ponto de extrema atenção, a Libra e o Bitcoin são criptomoedas diferentes, com proposta diferentes e tecnologia diferente.

O Bitcoin é uma rede totalmente descentralizada, feita a prova de censura e limitada, enquanto a Libra é operada por diversas empresas que vão estar presas a possíveis regulamentações e próximo aos bancos centrais.

Enquanto um tem seu próprio controle monetário e de emissão de novas moedas o outro é sustentado por um cesta de moedas dos governos.

Coisas que ainda não sabemos

Ainda não sabemos tanta coisa sobre a Libra, tem muita informação que foi omitida ou ainda não definida, como por exemplo: questões ligadas a sua privacidade.

Por mais que alguns possam considerar o Bitcoin como uma criptomoeda privada e anônima, ela não é. O Bitcoin é semi-anônimo, sem nenhuma maneira de provar que alguém possui uma conta ou carteira, mas as transações podem ser rastreadas no blockchain público. 

A Libra, no entanto, não temos informação até agora como vai ser usada. Ainda não está claro se as transações podem ser acompanhadas publicamente ou se é algo que apenas o Facebook e a Associação terão acesso.

O Facebook declarou publicamente que planeja separar o Facebook totalmente da Libra, apesar de atuar como a principal plataforma para seu uso.

Ninguém sabe por enquanto o valor ou quanto vai custar uma Libra. Pode ser centavos, milhões ou bilhões por tokens, realmente ninguém tem essa informação. Vamos ter que esperar e continuar acompanhando sua movimentação.

O Facebook vai lançar ela em 2020, mas ninguém sabe dia ou mês deste lançamento, podemos esperar também questões regulatórias que podem atrasar o projeto.

O que podemos esperar da Libra?

Ainda estamos em um grande mar azul sem um norte para este projeto. Temos algumas informações mas nada que possamos bater o martelo e falar que isso tudo irá dar certo.

Novas informações e notícias sobre a Libra deve chegar em breve e vamos ficar de olho para trazer essas informações para você.

Só podemos dizer uma coisa, Libra, a criptomoeda do Facebook, bem vinda ao ecossistema de criptomoedas e blockchain.


A Foxbit utiliza cookies com o objetivo de melhorar sua experiência em nossa página web e adaptar o conteúdo para torná-lo mais útil e acessível. Para mais informações, consulte a nossa política de cookies.

×

Compre e venda criptos agora pelo app

Com ele você pode comprar e vender com agilidade e facilidade de onde estiver. Tudo o que você precisa na palma da sua mão.

BAIXE AGORA