Quem são os programadores do Bitcoin? Bitcoin

Quem são os programadores do Bitcoin?

Guto Schiavon

Como qualquer sistema de informação, a moeda criptografada mais popular e transgressora do mundo só existe graças ao esforço de dezenas de pessoas que dedicaram horas do seu tempo livre na criação e na manutenção do código por trás do Bitcoin.
Continue a leitura deste post e descubra quem são os programadores do Bitcoin:

Os homens por trás do código

A crise financeira de 2008 fez com que programadores de todo o mundo — inclusive profissionais requisitados no mercado, como desenvolvedores da gigante Google — ficassem atraídos pela ideia de uma moeda transparente e de um sistema financeiro totalmente horizontal e, por isso mesmo, mais previsível.
Segundo Mike Hear, um dos mais destacados profissionais a trabalhar com o código do Bitcoin, havia ficado claro que “recursos monetários eram vulneráveis à política e a más decisões”. Algo precisava ser feito, algo disruptivo.
Os ideais anti establishment e de horizontalidade por trás do projeto logo chamaram a atenção de programadores com tendência mais libertárias ou anárquicas. Eles se ofereceram para trabalhar voluntariamente no código, e muitos já chegavam trazendo na bagagem um histórico de participação em outras iniciativas open source de grandes dimensões, como a Wikipedia e o Mozilla.
Mas o Bitcoin também despertava o interesse de nomes mais ligados ao universo das startups e das fintechs que eram seduzidos pelas fundações transparentes e matemáticas por trás do projeto: um modelo muito mais fácil de administrar no longo prazo do que o das moedas nacionais, praticamente à prova de colapsos financeiros.
Por ser um projeto open source, o Bitcoin é aberto a contribuições de desenvolvedores de todo o mundo por meio do GitHub. Entretanto, não podemos esquecer que o sistema já movimenta mais de US$150 bilhões de market cap, por isso cada mudança de código deve ser muito discutida e aprovada pela grande maioria dos nós da rede bitcoin.

Os programadores-chave

Alguns programadores do Bitcoin começaram a ganhar destaque na comunidade. Os mais engajados entre as centenas de voluntários que trabalhavam com o software básico do Bitcoin se tornaram conhecidos como “programadores-chave”.
Eles são os únicos autorizados a alterar o código diretamente na sua fonte de documentação no GitHub. Cabe a eles a responsabilidade de revisar as contribuições enviadas pelos voluntários e aplicar as mudanças mais votadas pela rede de colaboradores.
Atualmente, alguns dos principais programadores do Bitcoin também investem seus recursos em outras soluções e projetos que envolvem a moeda. A Blockstream por exemplo, é uma startup formada por programadores do Bitcoin que oferece serviços relacionados à sua API e já conta com mais de US$21 milhões arrecadados em rodadas de investimento.
Outros desenvolvedores, como Hearn, recebem salários pagos por grupos de investidores que têm interesse no desenvolvimento e no fortalecimento da moeda. Mas a maior parte dos colaboradores ainda é formada por profissionais que possuem trabalhos de período integral e podem dedicar apenas parte do seu tempo livre ao projeto.
Além de uma revolução no cenário financeiro mundial, as moedas criptografadas também representam um campo de enormes oportunidades para desenvolvedores em busca de novos projetos ou até mesmo de diversificar o portfólio de investimentos.
Esperamos que saber um pouco mais sobre quem são os programadores do Bitcoins tenha inspirado você a adentrar no universo dessa iniciativa. Compartilhe esta história nas redes sociais!