Apple começa a semana perdendo US$ 27 bilhões em valor de mercado – Notícias da semana

Apple começa a semana perdendo US$ 27 bilhões em valor de mercado – Notícias da semana

#1 Apple começa a semana perdendo US$ 27 bilhões em valor de mercado com coronavírus

Nesta segunda-feira a Apple chegou a desvalorizar cerca de US$ 27 bilhões de mercado. Isso se dá a pausa nas operações na China por conta da crise do coronavírus.

Duas de suas principais fábricas na China: Shengzhou e Shenzhen, tiveram que parar as operações por cerca de semanas. Com um possível controle governamental ao coronavírus, as produções devem ser retomadas, mas apenas com 10% dos funcionários em Shengzhou.

Ambas as fábricas são responsáveis por grande parte da produção de produtos da Apple. Caso não tenha uma estabilização relacionada ao vírus, a receita do trimestre da empresa norte-americana será fortemente afetada.

No início das negociações da Bolsa Americana, as ações da Apple chegaram a cair 1,9%, o que representa a perda de US$ 27 bilhões em valor de mercado. Às 12h30 (de Brasília), o papel caía 0,89%, cerca de US$ 12,6 bilhões.

Assim que foram abertas as negociações na Bolsa norte-americana, os números das ações da Apple chegaram a cair 1,9%, cerca de US$ 27 bilhões em valor de mercado.

Caso as produções não sejam normalizadas, além de um atraso na entrega dos produtos em processo de fabricação, novos produtos estarão ameaçados de entrar em produção.

Fonte: https://www.infomoney.com.br/negocios/apple-perde-ate-us-27-bilhoes-em-valor-de-mercado-nesta-segunda-com-coronavirus/

#2 Bitcoin Cash já é aceito em mais de 4 mil estabelecimentos

A cada ano que passa os estabelecimentos vêm se atualizando e aceitando diversas formas de pagamento, e o uso do Bitcoin Cash está aumentando ao redor do planeta.

Segundo o portal Bitcoin.com, mais de 4.300 estabelecimentos já aceitam a criptomoeda como forma de pagamento.

Com o crescimento do Bitcoin em 2020, tudo indica que o Bitcoin Cash seguirá o exemplo e irá crescer também, seja em valores ou aparecendo cada vez mais nos comércios mundiais.

Fonte: https://cointimes.com.br/comercios-que-aceitam-bitcoin-cash-ja-passam-de-4-mil/

#3 Bitcoin atinge marca importante com alta de 40% em 2020

2020 tem sido um bom aliado para o bitcoin, no mês de Janeiro a criptomoeda valorizou mais de 30%, e pelo que tudo indica irá continuar assim até o final do mês de Fevereiro.

Nesta semana o bitcoin ultrapassou a marca dos 10 mil dólares, com uma valorização de 3,42%. Com o crescimento da principal criptomoeda, as altcoins entraram no embalo e todas estão com um crescimento significativo. 

Analistas comentam que Fevereiro ainda será um mês de crescimento para o bitcoin e outras criptomoedas. Com a chegada do Halving em maio, a tendência é que o preço sofra alterações impactantes.

Mesmo com o mercado desenhado por analistas, o que irá acontecer é incerto e não podemos “cantar vitória” antes do Halving.

“Eu ainda acho que o bitcoin atingirá US $ 100.000 até o final de 2021”, Disse Anthony Pompliano, co-fundador do grupo de investimentos em bitcoin Morgan Creek Digital.

Todos esperam que o Halving será um divisor de águas para o bitcoin, então vamos aguardar até Maio para saber como tudo irá acontecer.

Fonte:https://livecoins.com.br/bitcoin-10-mil/

Coronavírus e o preço do bitcoin

Coronavírus e o preço do bitcoin

As notícias estão bombando sobre a propagação da doença coronavírus, que já matou cerca de 106 pessoas no mundo até agora, já existem várias pessoas com suspeitas em outros países também além da China. Com essa onda de perigo, as pessoas ficam mais alertas e não é diferente em relação ao dinheiro, isso reflete na economia e até mesmo no preço do bitcoin

Tensão com Coronavírus aumenta procura das pessoas pelo bitcoin

Enquanto muitas pessoas se preocupam com esse surto, o mercado de investimentos pelo mundo, como por exemplo, a bolsa de valores, se abala. Já o mercado de criptomoedas, mais especificamente o bitcoin, não acompanha os outros mercados nessa queda, enquanto os outros mercados se encontram em baixa, o bitcoin só cresce. Visto que em 24 horas do dia 27/jan a 28/jan ele valorizou 5%. 

Qual a relação disso com o bitcoin?

Quando a tensão toma conta das pessoas é refletido em vários mercados, como: 

  • Área comercial: os comércios fecham com receio de surto da doença, impedindo seguir o fluxo de compra e venda que acontece no dia a dia, fazendo a economia girar.  
  • Área de turismo: aeroportos de muitas cidades na China estão barrando entradas e saídas, ou seja, quem está no país não sai, e quem saiu não pode voltar. 
  • Área financeira: o receio do mercado envolve a diminuição do consumo e da produtividade na China, a segunda maior economia do planeta, o que impacta diretamente a economia global. 

Em épocas de crises como essa, as pessoas procuram por ativos seguros, não só o bitcoin como também o ouro, por ter um valor reconhecido em qualquer lugar do mundo e ser historicamente usado como reserva de valor, passando mais segurança para as pessoas, isso faz com que ativos como estes fiquem em uma boa posição no mercado financeiro, justamente por ser um meio de pagamento seguro, que independe de qualquer instituição ou governo para se manter funcionando.