Criptoeconomia nas faculdades: Blockchain Insper Bitcoin

Criptoeconomia nas faculdades: Blockchain Insper

Rafael Lemos

É impressionante o crescimento que o cenário da criptoeconomia obteve nos últimos anos. Surgindo a partir de discussões em fóruns de criptografia, Satoshi Nakamoto lança em 2008 o white paper do Bitcoin, dando início a toda esta disrupção de sistemas descentralizados, tecnologia a qual foi nomeada de Blockchain. Dez anos depois, aqui no Brasil, esta mesma tecnologia, antes rotulada como “brincadeira de nerds” ou “moeda de criminosos”, passa a ser estudada dentro de um dos maiores centros de negócios do país, o Insper.
A Blockchain Insper surge como um projeto de alunos do curso de Economia do Insper, com o intuito de mostrar o potencial da criptoeconomia como uma nova maneira de construir confiança e realizar negócios
A Foxbit realizou uma entrevista com João Pedro Perpetuo, Thiago da Costa e Felipe Santos, co-fundadores da Blockchain Insper, para entender um pouco mais a respeito da organização.

PRIMEIRO CONTATO COM CRIPTOECONOMIA

Blockchain Insper: Acredito que assim como muitos, nosso primeiro contato foi por avistar uma oportunidade de investimento em algo totalmente “novo”. Fomos descobrir depois que não era tão novo assim, e que estava chamando muito a atenção das pessoas. De qualquer forma isso acabou nos atraindo também para a tecnologia.

FUNDAÇÃO

Blockchain Insper: A ideia de fundar a Blockchain Insper surgiu quando percebemos que havia uma demanda gigantesca no Brasil por conteúdo e informações de qualidade sobre Blockchain e Criptomoedas, e que principalmente ninguém estava suprindo isso nas universidades, que acreditamos ser um dos principais públicos quando se trata de uma inovação que vai mudar totalmente a forma como as pessoas se relacionam, negociam e vivem em sociedade.

PROPOSTA

Blockchain Insper: Temos a missão de gerar informações confiáveis, críveis e de qualidade ao mercado, focando alcançar desde o público leigo, até pessoas com conhecimentos avançados. Queremos, por meio da tecnologia, transformar a vida das pessoas, seja pelo fomento da tecnologia ou pelo estabelecimento de um HUB de criação de startups que utilizem soluções em blockchain. Além disso, entendemos a urgência de levantar esta bandeira no Brasil e no mundo. Nosso país necessita de instituições ativas no fomento à tecnologia, visando finalmente estar a frente no campo das inovações.

BACKGROUND ACADÊMICO

Blockchain Insper: O Insper, dentre de suas muitas qualidades, sempre se manteve muito aberto a inovações e abraçou desde cedo a ideia de ter uma entidade estudantil voltada a blockchain. Temos plena consciência de que tantos nossos professores, que se mantiveram muito abertos a discussão papel das criptomoedas no mercado de ativos, quanto a direção foram fatores que catalisaram o sucesso da Blockchain Insper neste curto espaço de tempo. Existiram diversas discussões em sala de aula sobre o papel da tecnologia blockchain no mundo e suas perspectivas futuras. O posicionamento do Insper em relação ao blockchain é que é um assunto de urgência, que deve ser estudado a fundo e entendido.

BLOCKCHAIN NO BRASIL

Blockchain Insper: O panorama tecnológico brasileiro é extremamente preocupante, com exceção de alguns setores específicos (ex. agropecuário), estamos muito atrasados na implementação de tecnologias de uma forma geral. Felizmente, com o blockchain observamos uma oportunidade única de fechar este gap, pela primeira vez na história não estamos atrasados. Possuímos mentes ativas na fomentação da tecnológica, que participaram dos fóruns de criação do Bitcoin. Além disso, a Blockchain Insper vivencia uma forte demanda por conhecimento tanto de dentro do Insper quanto de fora, o que mostra a disposição do brasileiro em querer mudar a realidade de atraso e de fato implementar o blockchain na vida cotidiana.
Recebemos feedbacks muito positivos de toda a comunidade de estudantes, todos estão muito animados com a ideia de fazer parte de uma instituição que seja referência mundial em blockchain. Nossas ações (ex. eventos e palestras) foram muito elogiados e trouxeram, além de um esclarecimento de conceitos técnicos imprescindível para leigos, um senso crítico para a comunidade que é essencial na avaliação das oportunidades e do futuro da tecnologia.

PRÓXIMOS PASSOS E PARCERIAS

Blockchain Insper: Recentemente, passamos de 6 membros fundadores para 23 membros ativos, trabalhando diariamente em áreas administrativas (ex. eventos, conteúdo, estudos, estratégico) para exponencializar cada vez mais o crescimento da entidade. Acreditamos fielmente em procedimentos, em processos que se bem estabelecidos levarão ao perpetuidade da entidade no Insper. Estamos desenvolvendo um processo de avaliação de protocolos, juntamente com a meta de criar um blockchain próprio para fins acadêmicos. Nossos membros estão sendo capacitados para auxiliar grandes empresas do mercado oferecendo consultoria e estratégias em blockchain, tudo isso utilizando a rede de apoiadores e mentores que possuímos.
Em relação a perspectiva da quantidade futura de membros, apenas acreditamos que necessitamos das mentes mais brilhantes da comunidade Insper, para crescer cada vez mais. Estamos abertos e buscando novas empresas parceiras, tanto startups inovadoras, quanto maiores players que desejam estudar e participar ativamente na educação e na construção de protocolos em blockchain.
membros do Blockchain Insper

Membros da Blockchain Insper

ORGANIZAÇÃO ATUAL

Blockchain Insper: A quantidade atual de membros da Blockchain Insper é de 23 membros. Desses, 7 estão alocados na área de tecnologia e desenvolvimento de software, e o resto está dividido no estudo de aplicabilidade em negócios, e no estudo do mercado de criptomoedas, tokens e protocolos.
É muito gratificante ver um grupo dedicado a difundir conhecimento, dentro de uma instituição de ensino, a respeito de blockchain e criptoeconomia. Você conhece algum outro projeto que possua conexão com criptomoedas ou criptoeconomia? Comenta aí embaixo.

A Foxbit utiliza cookies com o objetivo de melhorar sua experiência em nossa página web e adaptar o conteúdo para torná-lo mais útil e acessível. Para mais informações, consulte a nossa política de cookies.