Investimentos: riscos x retornos Investimento

Investimentos: riscos x retornos

Riscos e retornos são conceitos fundamentais em investimentos, venha descobrir a diferença entre eles, e quando vale a pena arriscar.

Para quem está começando a investir, esse tema é interessante, pois lidamos diretamente com isso, o claro entendimento da relação entre risco e retorno é muito importante para evitar futuras frustrações nos investimentos. 

Vamos começar pelas definições. 

O que é risco?

Risco é a chance de não ter sucesso em um determinado investimento. Basicamente, o risco é o quanto você pode perder em uma operação, o que difere de perigo, que é o risco que não conhecemos.

O que é retorno? 

É um objetivo de lucro de uma operação, ou seja, o quanto um investidor almeja ganhar após comprar um ativo. 

Uma das primeiras perguntas que vem na cabeça das pessoas é: Como posso ter maior rentabilidade sem enfrentar tantos riscos? E respondemos: isso não é possível. O esperado é, quanto maior o risco, maior também o retorno e quanto menor o risco, menor o retorno

O importante a ser analisado é que todos os tipos de investimentos existem riscos. Até mesmo investimentos de renda fixa tem seus riscos, normalmente pequeno, porém existe. Justamente por isso, o retorno da renda fixa é bem menor do que de uma renda variável ou do mercado de ações. Abaixo temos uma tabela de análise de riscos de alguns investimentos: 

Ao analisar um ativo, temos que mapear os riscos dele, os principais são:

Risco de Crédito

Nesse risco pode acontecer da outra pessoa não honrar seu compromisso de pagamento, por qualquer motivo que seja. Geralmente a forma para saber se o investimento oferece esse risco é a medida de chamada de rating.

O rating é medido por letras, como mostra a tabela abaixo: 

Risco de Prazo

Está relacionado com a duração do investimento, quanto mais tempo o investidor alocar seu capital, maior será o retorno exigido por ele. 

Risco de Liquidez 

Representa a facilidade do investidor de transformar o ativo financeiro em dinheiro propriamente dito. Têm alguns investimentos que demoram anos para o dinheiro se tornar líquido, como por exemplo investimentos em startups, outros são mais rápidos, como por exemplo ações.   

Lembrando que a liquidez não torna o investimento melhor ou pior, porém, a dificuldade para o recebimento faz o investidor exigir maiores retornos. 

Para saber como investir bem, a primeira coisa que você tem que se atentar é qual seu perfil de investidor. Falamos um pouco disso nesse post.    

Como diminuir os riscos?

Sabendo o seu perfil de investidor já é o primeiro passo, mas para diminuir mesmo o risco na hora de investir, o importante é a diversificação em seu portfólio, ou seja, você pode combinar investimentos, mas com características diferentes. O objetivo da diversificação é conseguir os melhores retornos para cada nível de risco, pois se você não obter sucesso em um ativo, pode ter em outro e não corre o risco de perder todo o seu capital em apenas um investimento arriscado. 

Entretanto, a melhor forma de diminuir esse risco é estudar o ativo que você quer investir e conhecer bastante sobre esse mercado, pois o estudo é a chave para não ter surpresas desagradáveis e a maior chance de sucesso, por exemplo, se você optar por investir em criptomoedas, a volatilidade é grande, então é importante que você saiba o momento do mercado e seu momento como investidor. 

Hoje em dia existem muitos conteúdos gratuitos sobre investimento, aqui em nosso blog mesmo temos várias explicações e dicas para você saber como investir melhor. Siga nossas redes sociais pra não perder nenhum conteúdo! 

A Foxbit utiliza cookies com o objetivo de melhorar sua experiência em nossa página web e adaptar o conteúdo para torná-lo mais útil e acessível. Para mais informações, consulte a nossa política de cookies.

×

Compre e venda criptos agora pelo app

Com ele você pode comprar e vender com agilidade e facilidade de onde estiver. Tudo o que você precisa na palma da sua mão.

BAIXE AGORA