Bitcoin atinge marco histórico de 18 milhões de unidades mineradas Bitcoin

Bitcoin atinge marco histórico de 18 milhões de unidades mineradas

Agora a dúvida de muitas pessoas é: “Quando os bitcoins acabarem de fato, o que vai acontecer?”

Bitcoin chega a 18 milhões de unidades mineradas e atinge mais um marco em sua história. O protocolo de criação foi programado para serem minerados 21 milhões de criptomoedas ao todo, ou seja, atingiu 85% de suas capacidade que agora estão disponíveis para serem negociadas.

Mas o que é mineração de bitcoin? Vamos te explicar melhor, para você entender a importância de ter seus bitcoins guardados, até mesmo como uma reserva de valor. 

Mineração é o processo que você utiliza o poder de processamento do seu computador para fazer uma série complexa de cálculos e confirmar ou validar as transações que acontecem em bitcoin. Essa contribuição ao blockchain é proporcionalmente convertida em bitcoins. Ou seja, você ganha criptomoedas como forma de recompensa, para ajudar a rede a se manter funcionando. 

Fizemos uma tabela para te mostrar de forma mais visual:

Como podemos ver acima, o bitcoin está cada vez mais perto de atingir a quantidade máxima prevista, isso tende a aumentar seu valor. Então, é importante você pensar no bitcoin como um criptoativo a longo prazo, pois quanto mais o tempo passa, mais raro ele fica e maior é a tendência de valorização. 

Está certo que ainda vai demorar alguns anos para que todas as unidades sejam mineradas e existem especulações que ele irá atingir seu número máximo de mineração no tempo de 120 anos, com o restante de 3 milhões de bitcoins para serem minerados. Porém, olhando como um todo e com uma visão estratégica, ele tem 10 anos de criação e vai chegar a marca de 18 milhões, então quer dizer que nesse curto período de tempo ele teve muito sucesso, imagina então daqui 20 anos. 

Diferente da moeda fiduciária que pode sofrer uma alta inflação, já que quanto mais dinheiro gerado, mais ele é desvalorizado, o bitcoin, por ter uma quantidade limitada, pode ter uma inflação controlada e previsível, contando que é necessário um consenso da maioria das pessoas da rede para adicionarem mais criptomoedas a serem mineradas. Porém, após ter todas as suas unidades mineradas até aqui, estão totalmente livre de inflações.

Agora a dúvida de muitas pessoas é: “Quando os bitcoins acabarem de fato, o que vai acontecer?” 

Para os mineradores, a recompensa será menor. Toda transação realizada na rede do bitcoin nos dias de hoje é cobrada uma taxa e esta é paga como recompensa aos mineradores. Além disso, eles também são recompensados com os novos bitcoins gerados a cada novo bloco. Quando não houver mais bitcoins a serem minerados, receberão apenas as taxas dessas transações, chamadas de fees.

Para a criptoeconomia, o cenário ficará cada vez mais competitivo para obter unidades de bitcoin, pois com a sua escassez a tendência é ter uma alta valorização. Sendo assim, quem tiver bitcoin, muito possivelmente será beneficiado com esse criptoativo “raro”.

A Foxbit utiliza cookies com o objetivo de melhorar sua experiência em nossa página web e adaptar o conteúdo para torná-lo mais útil e acessível. Para mais informações, consulte a nossa política de cookies.

×

Compre e venda criptos agora pelo app

Com ele você pode comprar e vender com agilidade e facilidade de onde estiver. Tudo o que você precisa na palma da sua mão.

BAIXE AGORA