Só existem mais 3 milhões de bitcoins a serem minerados no mundo

Só existem mais 3 milhões de bitcoins a serem minerados no mundo

Você sabia que o bitcoin não é infinito? 

Pois é, não são muitos lugares que você encontra falando sobre isso, mas te explicaremos por aqui esse detalhe da tecnologia do bitcoin, como funciona, qual o limite máximo que ele pode atingir e o que acontecerá quando ele for de fato atingido, pois só existem mais 3 milhões de bitcoins a serem minerados no mundo.

Quando o código do bitcoin foi escrito por Satoshi Nakamoto, ele estipulou que só seria possível ter ~21 milhões de unidades da criptomoeda, nesse caso o bitcoin. Atualmente temos cerca de 18 milhões em movimentação na internet, ou seja, só restam 3 milhões de bitcoins a serem minerados, ou como muitos preferem falar (descobertos), e essa proximidade do atingimento do limite máximo da criptomoeda pode causar um aumento estrondoso da cripto, pois sabemos que quanto mais escassez, maior a tendência de valorização em cima do ativo.

Halving do bitcoin  

A cada ~4 anos, a quantidade de bitcoins criados é reduzida pela metade, ou seja, os mineradores cada vez ganham menos recompensas em bitcoin para ajudar na segurança da rede. Essa redução na produção de bitcoins é chamada de “halving”. 

Essa escassez do bitcoin já o diferencia do dinheiro fiduciário (dólar, euro, real), que os governos gostam de deixar em constante expansão, podendo encorajar a inflação e aumentar a oferta de moeda ocasionando a desvalorização.

Mas 21 milhões de bitcoins não é pouco?

Algumas pessoas podem pensar que “apenas 21 milhões de bitcoins” em circulação é muito pouco comparado ao número de pessoas no mundo, mas na verdade não é. 

Levando em conta que a base monetária do bitcoin é divisível por 8 casas decimais (após a vírgula), mais especificamente 1 bitcoin inteiro tem 100 milhões de satoshis (nome dado a menor fração de btc). Essa divisibilidade é uma das grandes vantagens dele em relação a outros ativos, como por exemplo, o ouro, que se fossemos dividir 1g para 10 pessoas é algo tecnicamente muito difícil de se fazer.

O que se espera no futuro do bitcoin? 

Uma estimativa é que todos os bitcoins sejam minerados até o ano de 2140 e quando isso acontecer, não significa que o bitcoin irá acabar ou deixar de existir, apenas que não serão gerados novos bitcoins, mantendo só o que estará em circulação no mercado.

Além das recompensas pelo processo de mineração, o bitcoin também fornece fees (comissões) por transações para os mineradores, o que hoje em dia isso representa uma pequena fração do que os mineradores ganham, mas futuramente isso pode mudar. 

Apesar de receberem uma recompensa menor, conforme o valor do criptoativo pode compensar, portanto é provável que essas comissões aumentem à medida que o valor do bitcoin aumente também.        

Eai, ficou surpreso com essas informações? Para mais conteúdos educativos com esse, acompanhe nosso blog e nos siga em nossas redes sociais.

E se parte dos mineradores desligassem as máquinas após o halving?

E se parte dos mineradores desligassem as máquinas após o halving?

Temos realizados algumas lives com intenção de levar o melhor aprendizado com conteúdo de qualidade para as pessoas. No dia 11/02 rolou uma live com o tema Halving do bitcoin, na qual muitas perguntas relevantes foram levantadas pelos espectadores e uma delas chamou a atenção: o que aconteceria com o bitcoin se parte dos mineradores desligassem as máquinas após o halving? 

Nosso CSO, Felipe Trovão, respondeu:  

“O software do Bitcoin tem uma regra em relação à quantidade de hashes, poderíamos traduzir isso de forma simplificada como quantidade de mineradores dedicando poder computacional à rede, sendo executados pelos nós dos mineradores. Essa regra ajusta a dificuldade para encontrar blocos na rede e, assim, encontrar bitcoins.

Caso a quantidade de mineradores diminua o próprio software diminuirá a dificuldade, portanto, os blocos serão encontrados com menos atividades de mineração na rede, ou seja, menos hashes. Nesse momento pode ser atrativo ao minerador ligar novamente suas máquinas pois ele tem maiores chances de encontrar blocos e se recompensado, no caso, com bitcoins.”

Ou seja, mesmo com a diminuição das recompensas no halving a rede do Bitcoin têm mecanismos de incentivo para que os mineradores continuem fazendo seu trabalho.

Historicamente, antes do halving em 2016 a taxa de hashrate era de 1,35 Exahash (um quintilhão de hashes por segundo), já nos dias de hoje esse número é de 116,09 quintilhões, um crescimento de 8499.25%.

Conforme vimos no decorrer do texto, a rede do bitcoin continuará em funcionamento mesmo se boa parte dos mineradores desligassem as máquinas. 

Para mais informações e conteúdos educativos, acompanhe nosso blog e nos siga em nossas redes sociais

Como ganhar dinheiro com bitcoin?

Como ganhar dinheiro com bitcoin?

Nos últimos anos o número de pessoas que pesquisam “como ganhar dinheiro na internet?”, “como ganhar dinheiro na internet sem sair casa?” e “como ganhar dinheiro com bitcoin?” se mantém frequente. Esse é, de fato, o sonho de muitas pessoas: poder ganhar dinheiro sem ter que fazer a maratona de ir para casa/trabalho todos os dias, passar mais tempo com a família e ter mais qualidade de vida.

Conseguir ganhar a vida dessa maneira pode ser a realidade de algumas pessoas, porém, existem oportunistas de plantão que usam dessa vontade para aplicarem golpes, como as famigeradas pirâmides ou “fórmulas milagrosas” para te fazer ganhar dinheiro rápido – e quase sempre isso é uma furada. 

É importante que você tenha cuidado com as empresas que entregam rentabilidade com bitcoin. Acompanhe esse post que fizemos pensando principalmente em quem está entrando no mercado agora, para que não caia em enrascadas.

O mercado financeiro é um mundo à parte, onde existem muitas áreas e diversos tipos de investimentos, te dando oportunidades de diversificação. Com a internet e acesso fácil à informação, esse assunto vem tomando uma grande proporção e espaço a cada dia.  

Antes de saber como você pode ganhar dinheiro com bitcoin, é importante que você saiba. 

O que é bitcoin? 

Bitcoin é uma criptomoeda descentralizada, ou seja, não necessita de terceiros para funcionar de maneira efetiva. Isso significa que você não depende de bancos, grandes instituições ou governo para movimentar o seu dinheiro. Com ele, o dinheiro é realmente seu e está em seu controle, 24 horas por dia, 7 dias da semana. O bitcoin foi a primeira criptomoeda do mundo e há aproximadamente a onze anos funciona sem qualquer interrupção, baseado em uma rede descentralizada extremamente segura chamada Blockchain criada por Satoshi Nakamoto.

Como funciona a variação de valor do bitcoin?

O valor do bitcoin está baseado na lei da oferta e procura. Então, segue a lógica: a produção de bitcoins é limitada, sendo estipulada em aproximadamente 21 milhões de moedas no total. A procura pela moeda se modifica de acordo com o período e situação do mercado e a valorização ou desvalorização da moeda se dá, também, a partir dessas oscilações.  

Como eu consigo ganhar dinheiro com bitcoins?

Vamos citar 3 formas que você pode utilizar o bitcoin a seu favor:  

Mineração: A forma mais conhecida de conseguir bitcoins, é através do processo de mineração, só que é um processo que exige conhecimentos técnicos, além de um alto poder computacional. 

Compra e venda (trader): você pode obter algum lucro através de compra e venda de criptoativos, de forma que você aproveite a volatilidade do bitcoin, comprando na baixa e vendendo na alta. Isso pode ser feito através de plataformas chamadas de exchanges, são corretoras que fazem a ligação de pessoas que querem vender com as pessoas que querem comprar os criptoativos. 

Reserva de valor: Como mostra a imagem abaixo, utilizando o bitcoin como ativo de longo prazo pode ser muito interessante. Pois quem tinha 1 bitcoin em Janeiro de 2010 tinha o equivalente a U$ 0,0003, e só de guardar esse bitcoin no final da década já tinha U$ 7.300.  

Além disso, esse ano teremos o halving do bitcoin, que diminuirá pela metade a recompensa dos mineradores, que fornecem o poder computacional a rede descentralizada do bitcoin, a blockchain. E o que isso significa? Significa que o criptoativo ficará mais escasso, podendo ter um impacto positivo, colocando o valor do bitcoin com valorização acima do normal.

Se com o dinheiro comum não existe fórmula mágica de rendimento, com o bitcoin não é diferente. Você precisar adquirir a cripto, nem que seja uma pequena quantia por mês, e essa é uma das vantagens d0 bitcoin, você pode começar com um pequeno valor.

Ir atrás de conhecimento é sempre necessário, tais como: que momento a criptoeconomia está, qual a relação dela com o mundo, a aceitação no mercado. Entender seu momento como investidor, é muito importante, assim você consegue avaliar qual o melhor investimento para você, de uma forma que não prejudique sua saúde financeira. 

Bitcoin atinge marco histórico de 18 milhões de unidades mineradas

Bitcoin atinge marco histórico de 18 milhões de unidades mineradas

Bitcoin chega a 18 milhões de unidades mineradas e atinge mais um marco em sua história. O protocolo de criação foi programado para serem minerados 21 milhões de criptomoedas ao todo, ou seja, atingiu 85% de suas capacidade que agora estão disponíveis para serem negociadas.

Mas o que é mineração de bitcoin? Vamos te explicar melhor, para você entender a importância de ter seus bitcoins guardados, até mesmo como uma reserva de valor. 

Mineração é o processo que você utiliza o poder de processamento do seu computador para fazer uma série complexa de cálculos e confirmar ou validar as transações que acontecem em bitcoin. Essa contribuição ao blockchain é proporcionalmente convertida em bitcoins. Ou seja, você ganha criptomoedas como forma de recompensa, para ajudar a rede a se manter funcionando. 

Fizemos uma tabela para te mostrar de forma mais visual:

Como podemos ver acima, o bitcoin está cada vez mais perto de atingir a quantidade máxima prevista, isso tende a aumentar seu valor. Então, é importante você pensar no bitcoin como um criptoativo a longo prazo, pois quanto mais o tempo passa, mais raro ele fica e maior é a tendência de valorização. 

Está certo que ainda vai demorar alguns anos para que todas as unidades sejam mineradas e existem especulações que ele irá atingir seu número máximo de mineração no tempo de 120 anos, com o restante de 3 milhões de bitcoins para serem minerados. Porém, olhando como um todo e com uma visão estratégica, ele tem 10 anos de criação e vai chegar a marca de 18 milhões, então quer dizer que nesse curto período de tempo ele teve muito sucesso, imagina então daqui 20 anos. 

Diferente da moeda fiduciária que pode sofrer uma alta inflação, já que quanto mais dinheiro gerado, mais ele é desvalorizado, o bitcoin, por ter uma quantidade limitada, pode ter uma inflação controlada e previsível, contando que é necessário um consenso da maioria das pessoas da rede para adicionarem mais criptomoedas a serem mineradas. Porém, após ter todas as suas unidades mineradas até aqui, estão totalmente livre de inflações.

Agora a dúvida de muitas pessoas é: “Quando os bitcoins acabarem de fato, o que vai acontecer?” 

Para os mineradores, a recompensa será menor. Toda transação realizada na rede do bitcoin nos dias de hoje é cobrada uma taxa e esta é paga como recompensa aos mineradores. Além disso, eles também são recompensados com os novos bitcoins gerados a cada novo bloco. Quando não houver mais bitcoins a serem minerados, receberão apenas as taxas dessas transações, chamadas de fees.

Para a criptoeconomia, o cenário ficará cada vez mais competitivo para obter unidades de bitcoin, pois com a sua escassez a tendência é ter uma alta valorização. Sendo assim, quem tiver bitcoin, muito possivelmente será beneficiado com esse criptoativo “raro”.

Como funciona mineração de bitcoin?

Como funciona mineração de bitcoin?

Graças ao Bitcoin, a principal moeda digital existente no mercado, várias alternativas surgiram nos últimos anos apesar de poucas terem se popularizado como ele. Isso se deve à atratividade, facilidade de negociação e rápida valorização que ele obteve nos últimos tempos.

Para se ter uma ideia, em 2009 uma unidade dele valia menos de U$ 1,00, porém em 2013 chegou a ser cotada acima de U$ 1.100,00. Ou seja, muita gente conseguiu faturar uma boa quantia investindo em Bitcoins.

Para conseguir essa criptomoeda, você deve comprá-la numa espécie de bolsa de valores de Bitcoins, conhecidas como exchanges. Isso pode ser feito por meio de uma conta numa exchange online confiável, como a Foxbit. Outra forma é a mineração de Bitcoin, que é como novas moedas são criadas, mas hoje só é rentável para grandes empresas, que investem milhões no processo de mineração.

É possível pagar as contas com bitcoin?

https://foxbit.com.br/blog/como-pagar-conta-com-bitcoin/

Como funciona a mineração de Bitcoin?

Para minerar Bitcoin é necessário ter um computador com alta capacidade de processamento. Diante da dificuldade de minerar Bitcoin, atualmente não é mais possível fazê-lo com seu computador caseiro. Os mineradores compram máquinas que foram feitas especialmente para minerar bitcoin, como as ASICS.

O papel delas é encontrar uma sequência que torne um bloco de transações de bitcoin compatível com o bloco anterior. Para isso, o computador precisa efetuar milhares de cálculos por segundo para encontrar a combinação perfeita, por isso que eles precisam ser extremamente potentes.

Ao encontrar a sequência compatível, o minerador recebe uma recompensa em bitcoin para cada bloco que ele minerar. Essa recompensa foi criada com a intenção de pagar as pessoas que emprestam poder computacional para manter a rede do bitcoin funcionando, conhecida como blockchain.

Milhares de mineradores competem diariamente pela recompensa que os blocos oferecem. Um bloco de transações de Bitcoin é formado a cada 10 minutos, então a competição recomeça nesse período de tempo.

Entenda melhor o que é bitcoin:

https://foxbit.com.br/o-que-e-bitcoin/

Como se consegue Bitcoin?

Cada bloco com transações de bitcoin tem uma “digital”, que é um Hash que deve ser compatível com o do bloco anterior e posterior. O papel do minerador é encontrar um hash que seja compatível com o bloco anterior, quando ele encontra esse hash, o minerador ganha uma recompensa de 12.5 Bitcoin.

O vencedor e os seus Bitcoins são informados para toda a rede valide e saiba que esses novos bitcons pertencem a esse minerador, de modo que ele possa fazer uso do seu prêmio.

Existe um grande banco de dados que atua como “livro de registros”, o chamado “blockchain”, onde cada transação é registrada de forma cronológica e linear, sendo também digitalmente assinada para garantir sua integridade e veracidade. Uma cópia dele está presente em cada computador da rede, o que permite que eles possam validar ou não as informações recebidas de acordo com os dados que possuem.

Nesse sentido, a aprovação de cada transação depende de um consenso, o que previne fraudes.

Tudo sobre o whitepapper do bitcoin:

https://foxbit.com.br/blog/whitepaper-do-bitcoin-portugues/

Por que essa moeda digital se tornou atrativa?

O Bitcoin se tornou atrativo graças à valorização que vem sofrendo, já que o mercado chinês e japonês anda impulsionando essa moeda digital por conta da desvalorização do Iuan.

Graças ao aumento dos preços, a moeda voltou a atrair gente interessada em investir em Bitcoin, especialmente aqueles que atuam em grandes grupos de mineração. Por meio deles, é possível competir com empresas que possuem equipamentos potentes específicos para minerar Bitcoin, já que todos compartilham poder computacional enquanto tentam decifrar os códigos.

Os resultados obtidos por esses grupos, que podem passar de dezenas de milhares de integrantes, são divididos entre todos. Isso porque os Bitcoins podem ser negociados por meio de frações.

Essa moeda digital tem servido de inspiração para grandes agentes financeiros, sendo que vários bancos já aderiram à sua tecnologia (blockchain) ou estão estudando formas de usá-la. Alguns até mesmo já pensam em criar e implantar suas próprias criptomoedas, o que significa uma forte tendência do crescimento delas no futuro.

Ainda não tem bitcoin e outras criptomoedas? Abra sua conta grátis na Foxbit e comece a partir de R$ 100,00.

Ouça o Podcast sobre a mineração de bitcoin

O Cointimes gravou uma edição do podcast Conexão Satoshi falando exclusivamente sobre mineração. Se o assunto te interessa vale demais ouvir o conteúdo completo abaixo:

Ficou com alguma dúvida sobre Bitcoin e a mineração de moedas digitais? Fale com a gente, ou nos siga nas redes sociais!